Candidatos comemoram aprovação no SSA 3

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 15/01/2020 às 18:49
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
FOTO: Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:
[caption id="attachment_8079" align="aligncenter" width="748"]"" Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem[/caption]Amanda RainheriPara os estudantes aprovados no Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE), o dia é de comemorações. O listão foi divulgado no fim da manhã desta quarta-feira (15), pela internet. Ao todo, são 1.740 aprovados, entre 11.524 candidatos.  Fera de medicina, Taiane Medeiros, de 17 anos, cursou o ensino médio na Escola de Aplicação da UPE. A estudante, que se formou ano passado, fez as provas das três etapas do sistema seriado, desde o 1º ano do ensino médio, e não esperava o resultado. Fiquei surpresa, porque no SSA 1 e no SSA 2 acabei ficando muito próxima da média. Foi a terceira fase que fez com que eu passasse, conta ela, que sempre sonhou em ser médica.  Taiane foi uma das estudantes que conseguiu ter acesso ao resultado antes da divulgação oficial, na última terça-feira (14). Vi antes de todo mundo, mas não tinha certeza se estava certo. Hoje foi a confirmação, fiquei muito emocionada. A jovem ainda irá se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que abre na próxima semana, entre os dias 21 e 24 de janeiro, em busca de uma vaga na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mas acredito que devo ficar na UPE revela.  Fernanda Nascimento, de 18 anos, também tem motivos para celebrar. Passou no vestibular para o curso mais concorrido da UPE: direito. Foi muito emocionante, eu não sei nem descrever. A sensação é de dever cumprido, diz a fera, que se formou no Colégio Núcleo, em 2019. A jovem teve um bom desempenho na primeira e na segunda fase do seriado, mas se destacou no SSA 3. Tirei 81 no SSA 1 e 72 no SSA 2. Agora consegui alcançar 88 e tirei 10 na redação, o que subiu muito minha nota, conta ela, que gabaritou o primeiro dia de provas do SSA 3.  Estudante da mesma instituição, João Finizola, 17, foi aprovado em segundo lugar no curso de física dos materiais. Primeiro, foi um alívio. Depois veio a segurança de saber que já tenho uma instituição para estudar este ano, afirmou. O jovem espera o Sisu para poder se inscrever na UFPE para o curso de bacharelado em física, curso que não é oferecido na UPE. Marcela Gouvêa, 17, está na mesma situação. Fera do curso de engenharia da computação, ela também quer cursar bacharelado em física na UFPE. Fico mais confiante com essa aprovação na UPE. Mesmo tendo feito uma boa prova, a gente nunca tem certeza de que vai passar em um vestibular, pontua ela, que se formou no Colégio Marista, em 2019.  

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias