Nesta quarta-feira, inscrições no Sisu passam de 2 milhões, diz ministro

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 22/01/2020 às 14:01
Foto: Sérgio Bernardo / Acervo JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo / Acervo JC Imagem
Leitura:
[caption id="attachment_5601" align="aligncenter" width="748"]"" Foto: Sérgio Bernardo / JC Imagem[/caption]No início da tarde desta quarta-feira (22), segundo dia de inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), mais de um milhão de candidatos - precisamente 1.108.434 de pessoas - tinham efetuado a inscrição. Como cada estudante pode escolher até dois cursos, o registro é de 2.095.174 inscrições. Os números foram anunciados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, nas suas redes sociais.Ele comemorou a quantidade de acessos por minuto, 7 mil. "É um recorde histórico", destacou. O ministro disse ainda que o ritmo de inscrição está intenso e que a maioria dos candidatos está preferindo usar o celular em vez do computador para se inscrever. Cerca de 70% das inscrições foram realizadas por dispositivos móveis, como celulares e tablets.Abraham Weintraub voltou a afirmar que o problema da lentidão no sistema, ocorrido na terça-feira, foi resolvido graças a adoção de um novo modelo de tecnologia, inovador no serviço público e comparável ao usado pela iniciativa privada.De acordo com o MEC, a lentidão no acesso ao sistema acontece em virtude da adaptação a esse novo modelo. A partir deste ano, o sistema está em nuvem, fora dos servidores da pasta, para viabilizar que mais usuários possam acessar ao mesmo tempo, adaptar o portal para aparelhos mobile e economizar recursos. Nesta primeira edição do Sisu são ofertadas 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o País. Para participar, é obrigatório ter feito o Enem em 2019 e não haver zerado a redação. A inscrição é gratuita e totalmente online. Interessados têm até 23h59 de domingo (6) para se inscrever.

Como funciona

No momento da inscrição, o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. Por fim, o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus.Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula. Os resultados serão divulgados no dia 28 de janeiro.

Vagas

Em Pernambuco serão 14.931 vagas. No Estado, integram o Sisu as quatro universidades públicas (três federais e uma estadual): UFPE, UFRPE, Univasf e UPE; e os dois institutos federais, IFPE e IF do Sertão. Do total de vagas, 7.902 vão para ampla concorrência (alunos de escolas particulares) e 7.029 para candidatos cotistas (que estudaram em escola pública ou que têm direito a alguma política afirmativa). (Com Agência Brasil)Vagas do Sisu 2020 em PernambucoUFPE104 cursos6.982 é o total de vagas ofertadas3.485 vagas de ampla concorrência (sem cota)3.497 vagas para cotistas ou políticas afirmativasUFRPE73 cursos4.340 é o total de vagas ofertadas2.170 vagas de ampla concorrência (sem cota)2.170 vagas para cotistas ou políticas afirmativasUPE64 cursos1.740 é o total de vagas ofertadas1.397 vagas de ampla concorrência (sem cota)343 vagas para cotistas ou políticas afirmativasUnivasf* (considerando apenas os câmpus de Petrolina e Salgueiro)13 cursos800 é o total de vagas ofertadas400 vagas de ampla concorrência (sem cota)400 vagas para cotistas ou políticas afirmativasIFPE10 cursos390 é o total de vagas ofertadas135 vagas de ampla concorrência (sem cota)255 vagas para cotistas ou políticas afirmativasIF do Sertão Pernambucano22 cursos679 é o total de vagas ofertadas315 vagas de ampla concorrência (sem cota)

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias