COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Sintepe não garante retorno de aulas presenciais no dia 21, na rede estadual de Pernambuco, como prevê governo

Decisão de voltar para sala de aula dependerá da categoria, que tem assembleia marcada para segunda-feira, às 14h30. Docentes estão em estado de greve

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 16/10/2020 às 12:59
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Comissões foram formadas para averiguar condições estruturais de retorno ao ensino presencial nas escolas da rede estadual - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Não há garantia de que os professores da rede estadual estarão nas escolas a partir da próxima quarta-feira (21), data acordada entre o sindicato da categoria, o Sintepe, e o governo estadual, para retomada do ensino presencial. Nesta quinta-feira (15), a Secretaria de Educação de Pernambuco confirmou a reabertura das unidades de ensino para turmas do 3º ano do ensino médio nesta data. Por meio de nota, a direção do Sintepe destacou, nesta sexta-feira (16), que não há certeza em relação a esse retorno.

"O dia 21 de outubro, apontado pela Secretaria de Educação como "certo" para o retorno às atividades presenciais não é consenso com o sindicato", destaca o sindicato. A decisão de voltar ao trabalho presencial será tomada segunda-feira, durante assembleia virtual, marcada para começar às 14h30. "Na assembleia, de forma autônoma e soberana, definiremos os nossos encaminhamentos", enfatiza o Sintepe.

Mais cedo, também na segunda-feira (19), às 8h, tem reunião entre representantes do Sintepe e do governo. Entre os pontos que serão debatidos está o resultado das visitas que as comissões, formadas por membros das duas partes, estão realizando desde a última quarta-feira (14). Esses grupos foram conferir as condições nas escolas estaduais para retorno da comunidade escolar.

Os professores estão em estado de greve. Eles deflagraram greve no dia 6 de outubro, mas a paralisação só durou três dias. Foi suspensa no dia 9, depois que a categoria concordou com a proposta do governo estadual de agendar a volta para 21 de outubro e estabelecer as comissões de vistoria nas escolas da rede.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias