COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Vagas, cronograma, bônus, ponto de corte, regras: o que você precisa saber sobre o Sisu 2021

Processo seletivo começa terça e vai até sexta-feira. Quem fez o Enem e não zerou a redação pode participar. São 209 mil vagas de graduação no País, sendo 14 mil em Pernambuco

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 04/04/2021 às 7:01
Notícia
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Acho que as notas de corte serão menores, pois a pandemia dificultou o estudo para muita gente. Não foi fácil me preparar para o Enem, mas me dediquei e os professores ajudaram muito", conta Mateus Manguinho, 18 anos, fera de engenharia e ex-aluno da Erem Ernesto Silva, de Olinda. Ele tirou 900 na redação - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Depois das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), um dos momentos mais importante para vestibulandos que desejam ingressar no ensino superior público no Brasil é o período de inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A plataforma online, criada pelo Ministério da Educação (MEC) em 2010, reúne vagas em graduações de mais de cem universidades. Para a edição deste primeiro semestre, cujas inscrições começam terça-feira (06) e vão até sexta-feira (09), há 209.190 vagas em 5.685 cursos de 110 instituições. Quem fez o Enem e não zerou a prova de redação pode concorrer. O listão com os nomes dos aprovados sairá semana que vem, no dia 13.

De Pernambuco, participam as quatro universidades federais - UFPE, UFRPE, Univasf e UFAPE - além da estadual UPE e dos institutos federais IFPE e IF do Sertão. Ao todo, para o Estado, serão 14.779 vagas no Sisu 2021.1 (nesse total foram incluídas, da Univasf, somente as 800 vagas dos câmpus que estão em Pernambuco, nas cidades de Salgueiro e Petrolina). São 7.824 para ampla concorrência, destinadas aos jovens que estudaram em escolas particulares, e 6.955 para concorrentes pelo sistema de cotas por terem cursado o ensino médio na rede pública.

Diante de uma abstenção recorde do Enem, cujo um dos principais motivos foi a pandemia de covid-19 - havia cerca de 5,8 milhões de inscritos nas três aplicações e desses 3 milhões faltaram - existe a preocupação de que não haja preenchimento de todas as vagas. "Estamos apreensivos pois o índice de faltas no Enem foi muito alto. E nem todo candidato que faz o exame se inscreve no Sisu. Isso pode gerar uma concorrência menor e a não ocupação de todas as vagas", diz a pró-reitora de graduação da UFRPE, Socorro Lima. Ela coordenada o Colégio de Pró-reitores de Graduação das IFES (Cograd), da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

Os pró-reitores da UFPE, Magna do Carmo, e da UPE, Ernani Martins, estão mais otimistas. "Há sim essa preocupação em relação ao preenchimento das vagas, mas estamos confiantes de que não vão sobrar", diz Magna. "Talvez isso ocorra em cursos de baixa demanda, como os de formação de professores. Infelizmente a docência é uma profissão socialmente ainda muito desvalorizada no Brasil", observa Ernani.

BÔNUS

Para os feras do Estado, a boa notícia é que haverá, pela primeira vez, bônus na nota do Enem, um acréscimo de 10% na média geral, para quem concorrer ao curso de medicina na UFPE, no câmpus Recife. Na UPE o bônus vale para os cursos de medicina, direito e odontologia. A UFPE já tinha esse benefício para as unidades de Vitória de Santo Antão e Caruaru, assim como a UFRPE para o câmpus de Serra Talhada. A UFAPE tem bônus também.

Embora as inscrições só comecem terça-feira (06), a página do Sisu já pode ser consultada. Vale acessar para conferir a oferta de vagas. É possível ver a disponibilidade por curso, por instituição de ensino ou por cidade. Há também um link com perguntas e respostas para várias dúvidas. Quanto mais informação o fera tiver, melhor para não se confundir durante as inscrições.

Outra sugestão é ler o termo de adesão da universidade que pretende estudar. O documento é disponibilizado numa aba logo em cima do nome do curso. O termo traz, além do detalhamento das vagas, o peso e a nota mínima exigida para ingresso em cada graduação. E a divisão das vagas em ampla concorrência e nas cotas.

"Os candidatos que optarem pelas cotas ou pelos bônus devem ficar atentos pois terão que comprovar o direito ao benefício durante as matrículas", diz Socorro Lima. Dentro da cota de escola pública há subcotas de raça. Na UFPE e na Univasf existem comissões de heteroidentificação. Significa que concorrente preto ou pardo passa por uma avaliação do seu fenótipo para validar ou não essa autodeclaração. Já na UFRPE basta a autodeclaração.

EXPECTATIVA

Fera de engenharia, Mateus Manguinhos, 18 anos, deseja ingressar na UFPE. Ele concluiu o ensino médio na Escola de Referência Ernesto Silva, que fica em Rio Doce, Olinda, no Grande Recife. Paralelamente ao 3º ano participou de um cursinho online preparatório para o Enem. Tirou 900 na redação. Gostou do seu desempenho nas demais provas.

"Acho que as notas de corte no Sisu serão menores, pois a pandemia dificultou o estudo para muita gente. Não foi fácil me preparar para o Enem, mas me dediquei bastante e os professores ajudaram muito", conta Mateus. Independentemente da graduação, ele começou o curso técnico subsequente de química, na Escola Técnica Professor Agamenon Magalhães (Etepam), na Encruzilhada, Zona Norte do Recife.

Maria Bacallá, 17, sonha em ingressar no curso de direito, também na UFPE. Como Mateus, teve um ótimo desempenho na redação, somou 980 pontos. "Apesar da rotina diferente de aula remota quase o ano todo, em 2020, consegui focar no Enem. Tive muito apoio da escola, o que foi bem importante. Já acessei o site do Sisu e acho que tenho boas chances de ser aprovada na UFPE", diz Maria Bacallá, 17, ex-aluna do Colégio Equipe, escola particular localizada na Torre, no Recife.

VAGAS EM PERNAMBUCO

UFPE - 6.972 (3.480 para ampla concorrência e 3.492 para cotas)
UFRPE - 3.840 (1.920 para ampla concorrência e 1.920 para cotas)
UPE - 1.740 (1.397 para ampla concorrência e 343 vagas para cotas)
Univasf - 1.610 (805 para ampla concorrência e 805 para cotas) - Para os câmpus de Pernambuco são 800 vagas
UFAPE - 560 (280 para ampla concorrência e 280 para cotas)
IFPE - 465 (161 para ampla concorrência, 280 para cotas e 24 para ações afirmativas)
IF Sertão PE - 402 (186 para ampla concorrência, 203 para as cotas e 13 para ações afirmativas)

* Calendário

De terça (06) à sexta-feira (09) - Inscrições
13 de abril - Divulgação do listão dos aprovados
13 a 19 de abril - Prazo para participar da lista de espera
14 a 19 de abril - Matrícula nas instituições de ensino
23 de abril - Convocação dos candidatos que estão nas listas de espera

* Quem pode participar

Qualquer pessoa que fez o Enem 2020, obteve nota na redação maior que zero e não tenha participado na condição de treineiro

Importante!
O acesso ao sistema de inscrição do Sisu será realizado com login único do governo federal, mediante uma conta gov.br

* Como funciona

- O estudante pode se inscrever em até dois cursos. É possível alterar as opções durante o período de inscrições
- O candidato deve indicar se pretende disputar às vagas de ampla concorrência, pelas cotas ou por alguma política afirmativa (depende de cada instituição)
- A partir do segundo dia do Sisu, o sistema vai informar a classificação parcial do estudante e a nota de corte do curso escolhido por ele

Fique ligado!

A nota de corte é a menor nota para ficar entre os selecionados na modalidade escolhida de um determinado curso, com base no número de vagas e no total de candidatos inscritos. Mas lembre-se que a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição

* Pesos e notas mínimas

Peso é o valor aplicado em cada prova do Enem, de acordo com o curso.

Nota mínima é o menor desempenho exigido ao candidato, em cada prova do Enem, para concorrer a determinado curso.

Cada instituição decide se quer adotar pesos e notas mínimas

- UFPE
Pesos e notas mínimas mudam conforme cada graduação

- UFRPE, UFAPE, IF Sertão PE
Definem pesos em cada prova do Enem, conforme o curso. Não tem nota mínima

- UPE
Não aplica pesos. Mas para concorrer em qualquer curso é preciso ter tirado no mínimo 400 pontos na redação e 350 em cada prova objetiva do Enem

- Univasf e IFPE
Não têm peso nem nota mínima

Bônus

É concedido 10% de acréscimo na média geral do Enem

- UFPE

Câmpus Recife
Válido só para o curso de medicina. Ganhará o bônus o candidato que cursou e concluiu todo o ensino médio em escolas regulares e presenciais (publica ou privada) de Pernambuco

Câmpus Vitória de Santo Antão e Caruaru
Vale para todos os cursos. O candidato deve ter cursado e concluído todo o ensino médio em escolas (públicas ou privadas) situadas na Zona da Mata ou no Agreste de Pernambuco, independentemente se é de uma região e vai concorrer para uma graduação em outra

- UFRPE

* Todos os egressos do Colégio Técnico Dom Agostinho Ikas (Codai)

Câmpus Serra Talhada
Vale para todos cursos. O candidato deve ter feito todo o ensino médio (escola pública ou privada) no Agreste ou no Sertão de Pernambuco

- UFAPE
Vale para todos cursos. O candidato deve ter feito todo o ensino médio (escola pública ou privada) no Agreste ou no Sertão de Pernambuco

- UPE

Câmpus Recife
Válido para os cursos de direito, medicina e odontologia. O candidato deve ter cursado e concluído todo o ensino médio em escolas (públicas ou privadas) localizadas no Recife, Região Metropolitana ou Zona da Mata do Estado. Também precisa morar em uma dessas regiões

Câmpus Garanhuns
Vale apenas para medicina. O candidato deve ter feito todo o ensino médio, independentemente de ser em escola pública ou privada, no Agreste. Deve ainda residir na região

Câmpus Arcoverde e Serra Talhada
Válido para os cursos de direito e odontologia de Arcoverde e medicina de Serra Talhada. É preciso morar e ter cursado o ensino médio nas mesorregiões do Sertão Pernambuco ou do São Francisco Pernambucano

Comentários

Últimas da Coluna

Últimas notícias