COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Vestibular seriado da UPE, o SSA, passa por mudanças a partir de 2022. Entenda

Processo seletivo será modificado para atender ao novo ensino médio. Mudanças foram discutidas pela UPE com a Secretaria Estadual de Educação e sindicato das escolas privadas

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 26/11/2021 às 16:27
Notícia
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Provas do vestibular seriado da UPE acontecem ao final de cada série do ensino médio - FOTO: Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Leitura:

O vestibular seriado da Universidade de Pernambuco (UPE) vai mudar. Para se adequar ao novo ensino médio, que começa a ser implementado em todo o País a partir do próximo ano, o Sistema Seriado de Avaliação (SSA) também terá alterações. As modificações foram aprovadas por unanimidade nesta sexta-feira (26) pelo Conselho Universitário.

Neste formato de seleção, o estudante é avaliado três vezes, ao final de cada série do ensino médio, mas só concorre às vagas de graduação no último ano. A UPE destina 50% das vagas para o vestibular seriado, um total de 1.740.

"As mudanças atendem ao que está posto na Base Nacional Comum Curricular, a BNCC, e ao currículo de Pernambuco. Dialogamos e discutimos amplamente com a Secretaria Estadual de Educação e o sindicato das escolas privadas nos últimos quatro meses", explica o pró-reitor de graduação da UPE, Ernani Martins.

Ele ressalta que os estudantes que já iniciaram o SSA não serão afetados pelas alterações. Significa, portanto, que somente o aluno que neste ano de 2021 cursa o 9º ano do ensino fundamental vai passar pelas mudanças, uma vez que em 2022 estará no 1º ano do ensino médio, série em que os candidatos começam a fazer o SSA.

O SSA é dividido em SSA 1, SSA 2 e SSA 3. No 1º estão os estudantes do 1º ano, no 2 os do 2º ano e no 3 os do 3º ano. 

Para o próximo ano, os candidatos que farão o SSA 2 e o SSA 3 deverão seguir o formato e o programa atuais. "O atual formato do SSA será descontinuado paulatinamente e permanecerá para as fases 2 e 3, até o ingresso dos estudantes nos anos de 2023 e 2024, respectivamente, com as mesmas normas e formatos já instituídos pela UPE",  destaca resolução do Conselho Universitário que trata do assunto.

"Vemos com bons olhos essas mudanças porque o novo ensino médio é uma realidade, fundamental para que a gente saia desse ensino médio congelado que temos hoje. É importante atualizar essa etapa da educação básica no Brasil com o que está acontecendo no mundo. O jovem como protagonista, seu projeto de vida, a escolha dele pessoal e profissional", destaca o presidente do Sindicato das Escolas Particulares de Pernambuco (Sinepe), José Ricardo Diniz.

"Nos preocupa bastante o programa que vai ser estabelecido no vestibular seriado da UPE. Esperamos que saia o quanto antes para que as escolas possam se planejar. O SSA será alinhando com o currículo de Pernambuco, isso nos preocupa pois os colégios privados trabalham com sistemas de ensino ou livros de editora, que têm abrangência nacional. Esperamos que haja essa sintonia", complementa José Ricardo.

O detalhamento das mudanças pode ser conferido aqui. Para facilitar o entendimento, as novidades serão explicadas abaixo por tópicos.

PROVAS

Atualmente, no SSA 1 e no SSA 2, os candidatos fazem provas em dois dias. Isso será mantido, assim como o tempo de duração por dia, 4 horas. Também permanece a mesma quantidade de questões, 90 (45 por dia).

No SSA 3 são dois dias de testes, com um total de cem quesitos e uma redação, também mantidas. Igualmente permanece o tempo de provas por dia, 4h30.

Hoje os testes são por disciplina separada: português, matemática, física, língua estrangeira (inglês ou espanhol), filosofia, biologia, química, história, geografia e sociologia.

O que muda?

* As provas serão denominadas como são chamadas as quatro áreas do conhecimento, semelhante ao que ocorre hoje no Enem: linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas e sociais. As disciplinas passarão a ser agrupadas nessas áreas

* Embora o novo ensino médio contemple apenas o inglês, no SSA será mantido o espanhol, dentro da prova de linguagens

* A quantidade de quesitos de cada disciplina, dentro de cada prova, será proporcional à carga horária dela no currículo da série avaliada

* No SSA 1 e SSA 2 os candidatos serão avaliados pelas disciplinas que compõem a formação geral básica (2022 e 2023). No SSA 3, além da formação básica haverá cobrança dos itinerários formativos (2024)


Para o SSA 1

* No teste de linguagens entrarão assuntos de educação física. Também serão cobrados conteúdos de artes

* Não haverá mais sociologia, somente filosofia, dentro da prova de ciências humanas e sociais

Para o SSA 2

* No teste de linguagens entrarão assuntos de educação física

* Caem assuntos de sociologia e não mais de filosofia, também na prova de ciências humanas e sociais

Para o SSA 3

* Não entram mais sociologia nem filosofia no teste de ciências humanas e sociais


DIVISÃO DAS PROVAS POR DIA

Para SSA 1 e SSA 2

Primeiro dia: Provas de linguagens e de ciências humanas e sociais
- Linguagens: 22 questões de arte, educação física, língua estrangeira (inglês ou espanhol) e português
- Ciências humanas e sociais: 23 questões de história, geografia, filosofia e sociologia

Segundo dia: Provas de matemática e de ciências da natureza
- Matemática - 21 questões
- Ciências da natureza: 24 questões de biologia, química e física

Para SSA 3

Primeiro dia: Cinco provas: redação, a única subjetiva. E mais quatro objetivas, num total de 40 questões:
- Linguagens: língua estrangeira (inglês ou espanhol) e português
- Ciências humanas e sociais: história e geografia
- Matemática
- Ciências da natureza: biologia, química e física

Segundo dia: 60 questões sobre os itinerários formativos

* O candidato vai responder à prova sobre os itinerários que estiverem atrelados ao curso que graduação que ele se inscrever no SSA 3

 

COMPOSIÇÃO DA NOTA FINAL

Permanece igual: 30% do SSA1, 30% do SSA 3 e 40% do SSA 3


PONTO DE CORTE

Como é hoje:
- Para não ser eliminado, o vestibulando tem que tirar no mínimo 20% da nota do candidato que tiver a média mais alta do curso que está concorrendo. Também precisa acertar no mínimo uma questão de cada prova e não pode tirar zero em nenhuma prova

Como ficará
- O estudante terá que somar no mínimo 30% da nota do candidato com a média mais alta do curso e precisará acertar ao menos duas questões de cada prova. Continua sem puder zerar todas as provas

FALTAS

Como é atualmente
- O estudante que faltar um dia de provas leva zero em toda a etapa

Como será
- O candidato só terá zero naquelas provas que deixar de responder

Comentários

Últimas notícias