COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

UFRPE retoma aulas presenciais, interrompidas há dois anos por causa da covid-19, nesta segunda-feira

A comunidade acadêmica é formada por cerca de 18 mil pessoas. A Rural tem câmpus no Recife, Cabo de Santo Agostinho, Belo Jardim e Serra Talhada

Margarida Azevedo
Cadastrado por
Margarida Azevedo
Publicado em 12/03/2022 às 8:00 | Atualizado em 14/03/2022 às 16:33
BERG ALVES/JC IMAGEM
Universidade Federal Rural de Pernambuco tem câmpus no Recife, Cabo, Belo Jardim e Serra Talhada - FOTO: BERG ALVES/JC IMAGEM
Leitura:

Depois de dois anos sem a movimentação diária de alunos e professores por causa da covid-19, a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) passa a receber, a partir desta segunda-feira (14), os estudantes para aulas presenciais nos cursos de graduação e pós-graduação. As aulas, suspensas em 16 de março de 2020 por causa da pandemia, ficaram apenas no formato remoto. Para circular pela universidade será exigido passaporte vacinal com imunização completa contra o coronavírus.

Na graduação, no mínimo 60% das disciplinas, de um total de 2.228, serão ofertadas presencialmente. Cada colegiado de curso definiu quais componentes curriculares deveriam permanecer no modelo virtual e quais voltariam para as aulas presenciais.

A comunidade acadêmica é formada por cerca de 18 mil pessoas, sendo 15 mil alunos, 2 mil docentes e 1 mil técnicos. Além do Recife, tem câmpus no Cabo de Santo Agostinho (Grande Recife), Belo Jardim (Agreste) e Serra Talhada (Sertão).

"Todos os protocolos de biossegurança serão seguidos para garantir à nossa comunidade um retorno seguro. Exigiremos o uso de máscara e a apresentação do passaporte vacinal para uma convivência segura. São todos muito bem vindos", destaca o reitor da UFRPE, Marcelo Carneiro Leão.

CALENDÁRIO

A universidade está agora no primeiro semestre letivo de 2021, que começou um mês atrás, em 14 de fevereiro, apenas de forma remota. Vai até o final de maio. O ano letivo de 2022 só deve começar em novembro.

"Adotamos critérios pedagógicos e metodológicos. Os colegiados priorizaram, para o ensino presencial, as disciplinas práticas, as essenciais para formação dos concluintes e também para os ingressantes", explica a pró-reitora de ensino de graduação da UFRPE, Socorro Oliveira.

"Todos os cursos prepararam boas vindas para os estudantes. Houve muito esforço para que esse retorno seja da melhor maneira possível. Estamos felizes e ansiosos para estarmos todos juntos novamente", observa Socorro.

Também estão liberados, de forma presencial, outras atividades acadêmicas como orientações e defesas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), estágios supervisionado, práticas de vivência interdisciplinares, aulas de campo e ações de projetos de ensino, pesquisa e extensão. Nesses casos, é permitido 100% de presencialidade.

A partir do segundo semestre letivo de 2021 - vai de 27 de junho a 8 de outubro - está autorizado o retorno de 100% das disciplinas.

UFPE E UPE

A Universidade de Pernambuco (UPE) voltará a ter aulas presenciais a partir da próxima segunda-feira (21). Até lá, continuará o formato híbrido. Está em curso segundo semestre letivo de 2021, iniciado em 21 de fevereiro. Apenas as atividades de ensino como práticas de laboratório, em clínicas e estágios obrigatórios, entre outras, estão ocorrendo presencialmente.

A UPE tem 54 cursos de graduação, oferecidos nos câmpus de Recife, Camaragibe, Palmares, Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina.

Já a A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) voltou com o ensino presencial no último dia 21. Das cerca de 4 mil disciplinas ofertadas nos cursos de graduação, metade está sendo presencial. A UFPE tem câmpus no Recife, em Vitória de Santo Antão e Caruaru.

 

 

 

 

 

Comentários

Últimas notícias