Associação de Parkinson pode ficar sem teto

Felipe Vieira
Felipe Vieira
Publicado em 18/01/2013 às 17:11
Leitura:
A Associação de Parkinson de Pernambuco (ASP-PE), que  presta serviços de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e  psicologia para 300 associados há 12 anos, está a ponto de ficar sem teto. É que o Edifício Santo Albino, na Rua 1º de Março com Avenida Dantas Barreto, onde fica instalada, foi vendido à Uninassau. Agora, a direção corre contra o tempo para encontrar um parceiro que disponha de um espaço no Centro.  Como muitos associados têm problemas de locomoção, a nova sede precisa ser de fácil acesso.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias