A guerra diária da PE-01

Publicado em 11/10/2014 às 6:25
Leitura:
Por Felipe Vieira No show diário de incivilidade que é o trânsito da Região Metropolitana do Recife, um palco merece atenção especial. A Avenida Agamenon Magalhães, no trecho da divisa entre Olinda e a capital. Todos os dias, no horário de pico da manhã, condutores de carros, ônibus, caminhões e motos desafiam as leis de trânsito e os mais elementares princípios de convivência. Tudo para conseguir exatos 600 metros de vantagem na luta diária para chegar ao destino. É este o tamanho da pista local da PE-01, da entrada do Shopping do Automóvel até o Chevrolet Hall, que os motoristas fazem de via alternativa para driblar o tráfego, digamos, normal da via. Acontece que, para cruzar a pista e passar por baixo do viaduto Luiz Delgado rumo à Avenida Cruz Cabugá, os espertinhos acabam travando ainda mais o fluxo de quem segue pela Agamenon. Imagine o que é um ônibus sanfonado passando por cima de uma calçada e cruzando a PE-01, abrindo caminho no mar de veículos, literalmente, à força. Acontece todos os dias. Na falta de uma perspectiva de que brote civilidade de uma hora para outra nos condutores, bem que o Batalhão de Polícia Rodoviária, apoiado pelas duas prefeituras, poderia fazer sua parte e coibir a farra.        

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias