Movimento do Centro não intimida ação de "pichadores"

Publicado em 10/09/2015 às 18:56
Leitura:
Primeiro, rapaz tenta escalar parede de edifício na Avenida Conde da Boa Vista. Rapaz chama a atenção, tentando escalar prédio na Avenida Conde da Boa Vista, como se observa na foto de Fernando da Hora. Tornou-se comum reclamações feitas por órgãos públicos e até de empresas privadas, contra a ação de vândalos e pichadores. Nas praças, parques, nas estações de ônibus e até mesmo nos atrativos turísticos do Recife não é difícil se observar as consequências desse tipo de má ação. Há estátuas antigas "pintadas" - como se observa na Praça do Derby - e outras mais modernas, como a do poeta João Cabral de Melo Neto, no centro, que dia desses apareceu cheia de manchas verdes. Não é raro se observar pichações em torres de igrejas, no alto de edifícios e até nas laterais dos viadutos. Pois na tarde de hoje o fotógrafo Fernando da Hora fez um flagrante de rapazes subindo em um prédio, no Centro, com os apetrechos necessários para a execução da pretendida "obra de arte". Em seguida sobr emais Curiosos param para observar a ação do rapaz, escalando o prédio. Uma pequena multidão se forma na calçada, mas ele não se intimida. Apesar da multidão que observa a "operação" escala prédio, rapaz continua sua escalada. Apesar da multidão que observa a "operação" escala prédio, rapaz continua sua escalada. Todos a acompanham o "feito" em silêncio. Depois de subir o prédio, um amigo o ajuda, lhe repassando vara com rolinhos para tina. Depois de subir o prédio, um amigo o ajuda, lhe repassando vara com rolinhos para tina.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias