DE VOLTA?

Presidente do PSL em Pernambuco quer volta de Bolsonaro ao partido

Em Pernambuco, o presidente estadual do PSL, Frederico França, afirmou que as portas do partido estão abertas a um retorno de Bolsonaro.

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 28/06/2021 às 15:27
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Ter sido barriga de aluguel para Bolsonaro fez bem, mas também fez mal ao partido. Afinal, nesse tipo de acordo, quem gera não pode reivindicar maternidade - FOTO: Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Leitura:

Uma das possibilidades do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a disputa das eleições de 2022 é retornar ao PSL, partido pelo qual venceu o pleito de 2018.

Em Pernambuco, o presidente estadual do PSL, Frederico França, afirmou que as portas do partido estão abertas a um retorno de Bolsonaro.

“Com Bolsonaro no PSL, o apoio total será a ele”, disse. França ainda descartou que o PSL estej ano mesmo palanque que o PT nos âmbitos local e nacional. “Levando em consideração os projetos políticos do PSL é praticamente impossível qualquer alinhamento que envolva o PT”.

França afirma diz que o PSL não deve lançar candidatura própria à presidência da República ou ao Governo de Pernambuco.

Sobre as eleições estaduais, o presidente estadual do PSL disse que "o governador Paulo Câmara deu um aceno ao PSL, ao pedir ao presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, uma indicação para a direção do Porto do Recife", mas que "esse gesto não impacta nas costuras de 2022". “Não tem acordo com o PSB local ou nacional. A indicação dele foi meramente técnica”, disse.

Para 2022, o nome mais cotado do PSB para a disputar do Governo de Pernambuco é o do ex-prefeito do Recife e atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio, que tem negado que seja candidato.

Comentários

Últimas notícias