Emprego público

Paulo Câmara vai realizar primeiro concurso para Policial Penal em Pernambuco e já escolheu organizadora

A nova carreira foi criada por emenda do Congresso Nacional, que transformou os agentes penitenciários em policiais penais

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 27/10/2021 às 17:00
Foto: Hélia Scheppa/Divulgação
Foto: Hélia Scheppa/Divulgação
Leitura:

O Governo do Estado, através da Secretaria Executiva de Ressocialização, já escolheu a empresa que irá organizar e aplicar as provas do concurso para policial penal de Pernambuco, que atuam nos presídios.

A nova carreira foi criada por emenda do Congresso Nacional, que transformou os agentes penitenciários em policiais penais.

O custo no concurso ficou no valor global de R$ 3.588.399,98 (três milhões, quinhentos e oitenta e oito mil, trezentos e noventa e nove reais e noventa e oito centavos).

A organizadora escolhida, por dispensa de licitação, foi o CEBRASPE, antigo CESPE/UNB, ligado à Universidade de Brasília.

A empresa foi escolhida pela sua "notória especialização técnica para realização do concurso público para o cargo de Policial Penal da Secretaria Executiva de Ressocialização".

Ainda não há data para a publicação do edital do concurso, mas deve ser em breve, segundo fontes no Governo.

Comentários

Últimas notícias