Vai ter festa

João Campos promete realizar Carnaval em maio, junho, agosto ou setembro

João Campos comentou o adiamento dos festejos em evento nesta sexta

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 14/01/2022 às 12:43
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Sábado de Carnaval com pontos conhecidos vazios em Recife e Olinda - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

No discurso que fez logo à apresentação dos detalhes do auxílio de Carnaval, no Forte das Cinco Pontas, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), reafirmou o compromisso de realizar os festejos ainda este ano, mas em data ainda incerta.

"A gente não cancelou o Carnaval, como outras cidades. A gente suspendeu. Já temos toda a infra-estrutura pronta e contratada. Pode ser em maio, em junho, em agosto, em setembro, vamos ver o melhor cenário para a realização. Temos que manter a chama acesa. vamos sair mais fortes e o Carnaval é uma marca de nossa cidade", afirmou.

João Campos disse, na sua fala, ainda que o valor do auxílio de carnaval este ano chegou aos R$ 10 milhões, 100% financiados pelos cofres municipais, justamente para compromissar os artistas e as agremiações. "Os artistas me dizem que querem trabalhar, eles não querem apenas o auxílio. Por conta disto que fizemos esta movimentação inédita em relação à todas as outras capitais do Brasil", gabou-se.

No ano passado, a ajuda somou cerca de R$ 4 milhões, sendo cerca de R$ 1,5 milhões da iniciativa privada.

A PCR disse será depois definida uma apresentação de cada beneficiado pelo AMA. Esta ação integra a futura agenda cultural da cidade, em apresentações individuais ou coletivas, a pactuar, até mesmo em possível evento de celebração do próprio Carnaval, cujos formatos e períodos serão consolidados a partir da superação da pandemia e flexibilização de medidas.

 

Daniel Tavares/ PCR Imagem
Artista foram prestigiar evento sobre Carnaval no Forte das Cinco Pontas - Daniel Tavares/ PCR Imagem

“O que o Recife fez foi com muita responsabilidade, com sensibilidade de ouvir, construir uma alternativa segura. Nós anunciamos a suspensão do Carnaval e agora, de maneira imediata, já lançamos o Recife Ama Carnaval, que é muito mais que um auxílio. A gente vai fazer a contratação através de um pagamento de prêmio com valor de 100% do cachê dos artistas, agremiações, dos trabalhadores de som, de luz, de quem ajuda na estrutura de montagem de palco, todo mundo vai ser contemplado. Com isso a gente vai investir dez milhões de reais nessa ação e conseguir garantir a suspensão do Carnaval com segurança. E quando tivermos segurança de novo na realização de eventos, de encontros, vamos poder fazer eventos celebrativos com referência ao Carnaval, valorizando a nossa cultura”, disse.

Comentários

Últimas notícias