PERNAMBUCO

Na Zona da Mata, município exige vacinação para entrar em órgãos públicos

Decreto exige comprovante de vacinação contra a covid-19 para o ingresso e permanência nos Órgãos e Entidades da Administração Pública Municipal

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 26/01/2022 às 14:46
Divulgação
Prefeitura de Glória do Goitá - FOTO: Divulgação
Leitura:

Nesta quarta-feira (26), entrou em vigor o decreto Decreto Municipal nº 006/2022 de Adriana Paes (PSD), prefeita de Glória do Goitá, exigindo a obrigatoriedade do comprovante de vacinação contra a covid-19, para o ingresso e permanência nos Órgãos e Entidades da Administração Pública Municipal.

Na justificativa do novo decreto, a prefeita cita o aumento de casos confirmados de contaminação pelo coronavírus e, também, de casos da H3N2.

A comprovação de vacinação poderá ocorrer por meio do Comprovante de Vacinação Oficial, expedido pela plataforma do Sistema Único de Saúde - Conecte SUS, ou por outro meio comprobatório, como caderneta ou cartão de vacinação, emitido pela Secretaria Estadual de Saúde, pelas Secretarias Municipais de Saúde ou por outro órgão governamental, nacional ou estrangeiro, com registro da aplicação das vacinas, conforme calendário estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde.

O decreto ainda prevê a necessidade de manutenção das medidas sanitárias e administrativas, especialmente do estímulo à vacinação bem como a manutenção e segurança do Sistema Municipal de Saúde.

Fonte local informa que Adriana Paes também determinou que os funcionários da sede da prefeitura fizeram sistema de rodízio, ou seja, trabalhar em casa.

Comentários

Últimas notícias