EXCLUSIVO

Por avanço da ômicron, Estado suspende férias e licenças de servidores da Secretaria de Saúde

Objetivo é reforçar números nas equipes durante esta nova onda de contaminações

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 28/01/2022 às 11:24
Aluisio Moreira/SEI
André Longo, secretário de Saúde do Governo de Pernambuco - FOTO: Aluisio Moreira/SEI
Leitura:

Uma portaria do Governo de Pernambuco suspende pelo "prazo de até 60 (sessenta) dias, ou até nova determinação, o gozo de férias dos trabalhadores da Rede Estadual de Saúde, abrangendo servidores efetivos e comissionados, bem como contratados por tempo determinado e demais colaboradores da Secretaria Estadual de Saúde, a partir do dia 1º de fevereiro de 2022".

A decisão de cortar as férias de todos os servidores da área da Saúde do Estado foi justificada pela "prevalência da variante Ômicron no território pernambucano, cuja característica é a alta transmissibilidade".

O Governo de Pernambuco está preocupado com a "necessidade de manutenção da prestação dos serviços públicos".

O gozo das férias suspensas, ou dos períodos remanescentes, fica previsto para momento oportuno, ou até nova determinação e em comum acordo com a chefia imediata.

Também foram suspensos o gozo de licenças prêmio e a concessão de licenças para trato de interesse particular dos servidores efetivos da Secretaria Estadual de Saúde.

As determinações estão em portaria do secretário André Longo.

Comentários

Últimas notícias