ELEIÇÕES 2022

Lula cobra o PSB por candidatura petista ao Senado pela Frente Popular

Em entrevista à Rádio Clube, Lula cobrou o PSB por uma candidatura petista na vaga ao Senado pela Frente Popular

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 09/02/2022 às 9:29 | Atualizado em 09/02/2022 às 10:10
RICARDO STUCKERT/DIVULGAÇÃO
CHAPA Encontro de ontem deixou para uma próxima conversa possível presença do PT na vice ou Senado - FOTO: RICARDO STUCKERT/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Em entrevista concedida à Rádio Clube, do Recife, Lula (PT) começou a conversa cobrando aliados. O ex-presidente elogiou Humberto Costa (PT) por ter desistido da pré-candidatura ao Governo de Pernambuco, mas cobrou do PSB uma candidatura petista ao Senado pela Frente Popular.

Lula começou a conversa com o radialista Rhaldney Santos acenado para aliados em Pernambuco. Desejou um bom dia a Paulo Câmara (PSB), João Campos (PSB), Humberto Costa (PT), Marília Arraes (PT), Carlos Veras (PT), Teresa Leitão (PT) e Doriel Barros (PT).

O ex-presidente elogiou o gesto de Humberto Costa, de retirar a candidatura, apesar de estar em primeiro lugar nas pesquisas, para apoiar PSB, que deve anunciar Danilo Cabral como seu candidato ao Governo de Pernambuco.

"É muito importante a aliança com o PSB, porque temos um projeto nacional. (...) Então é preciso estar junto em Pernambuco, onde o PSB tem maior força e organização política. O gesto do Humberto foi muito grande. Espero que esse gesto encontre reciprocidade, é de direito o PT reivindicar a candidatura ao Senado", cravou Lula.

Favorito nas pesquisas de intenção de voto, o petista avalia que há disposição no PSB para aceitar uma indicação do PT. Ele diz que Gleisi Hoffmann, presidente do partido, vem conversando com Carlos Siqueira, presidente do PSB.

"O importante é construir uma chapa com chances de vencer as eleições em Pernambuco. É preciso respeitar os adversários, numa disputa eleitoral só saberemos o resultado no final das eleições", disse.

Comentários

Últimas notícias