PESQUISA

Após fala sobre 'pau de arara', avaliação negativa de Bolsonaro cresce no Nordeste

De acordo com pesquisa Genial/Quaest, avaliação negativa de Jair Bolsonaro aumentou no Nordeste

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 10/02/2022 às 7:57
AFP
Em 2019, Bolsonaro chamou governadores da região Nordeste de "paraíbas" - FOTO: AFP
Leitura:

Após reclamar com assessores nordestinos e chamá-los de "pau de arara", Jair Bolsonaro (PL) vê crescer sua avaliação negativa no Nordeste. Na região, já eleitoralmente árida para o presidente, o número de pessoas que avaliam negativamente o seu governo chegou a 61%, como aponta a pesquisa Genial/Quaest de fevereiro.

Em janeiro, o Governo Bolsonaro viu uma queda na avaliação negativa entre os nordestinos. Marcou 56% no mês passado, 5% a menos que o registrado em dezembro. Com a nova alta, o presidente e sua gestão retornam ao patamar atingido no fim do ano passado.

A avaliação positiva seguiu o caminho inverso e caiu: foi de 19% em janeiro para 16% no levantamento feito em fevereiro. A parcela que avalia o Governo Bolsonaro como "regular" se manteve estável, marcando os mesmos 22% do mês passado.

Nacionalmente, o Governo Bolsonaro tem 51% de avaliação negativa, 25% regular e 22% positiva. 2% do público não sabe avaliar ou não respondeu à pesquisa.

A pesquisa entrevistou, entre os dias 3 e 6 de fevereiro, 2 mil pessoas face-a-face. A margem de erro estimada é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O público alvo foi o eleitorado com 16 anos ou mais.

Comentários

Últimas notícias