RECEITA

Flávio Bolsonaro mobilizou receita para se livrar do caso das rachadinhas, diz jornal

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, a Receita Federal teria feito uso da máquina pública para atender a estratégia de Flávio Bolsonaro (PL) no caso das rachadinhas

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 22/02/2022 às 14:40
Jefferson Rudy/Agência Senado
Senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) - FOTO: Jefferson Rudy/Agência Senado
Leitura:

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, a Receita Federal teria feito uso da máquina pública para atender a estratégia de Flávio Bolsonaro (PL) no caso das rachadinhas.

Segundo o jornal, ao órgão federal mobilizou, durante um período de quatro meses, cinco servidores para apurar a acusação de que Flávio Bolsonaro teria tido seus dados financeiros acessados e repassados ilegalmente pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

A publicação diz que o senador, filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), buscam ajuda nos órgãos federais para colher provas e anular as investigações envolvendo o caso das rachadinhas. Trata-se do esquema de desvio de parte dos salários dos funcionários.

De acordo com documento obtido pelo jornal, a Receita deslocou dois auditores-fiscais e três analistas tributários para fazer a apuração para realizar o trabalho entre outubro de 2020 a fevereiro de 2021.

Comentários

Últimas notícias