Em campanha

ELEIÇÕES 2022: Miguel Coelho deixa Prefeitura de Petrolina no dia 30 de março

Miguel Coelho não esperou por ninguém e saiu na frente, lançando sua candidatura ainda pelo Democratas, no ano passado, antes da aliança com o PSL

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 23/02/2022 às 20:23 | Atualizado em 25/02/2022 às 13:18
JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
LARGADA Miguel Coelho, do União Brasil, será o primeiro a deixar comando de Petrolina hoje, às 19h - FOTO: JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Desmentindo fogo amigo dando conta de que poderia vir a desistir da candidatura, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, do União Brasil, revelou ao Blog de Jamildo, nesta quarta-feira, que vai deixar a prefeitura de Petrolina no dia 30 de março próximo.

"Não posso me candidatar no exercício do cargo, teria que desincompatibilizar até o dia 2/4. Aí vamos fazer a nossa (saída) no dia 30/3, com a renúncia e posterior transição ao vice-prefeito", explicou o roteiro, em conversa com o blog. O evento deve contar com prefeitos de todo Estado, que já estão sendo arregimentados.

Miguel Coelho anunciou que seria candidato ao Governo de Pernambuco em um evento suntuoso realizado no Recife, em setembro do ano passado. Na ocasião, ele se filiou ao Democratas, com a participação de caciques políticos locais e nacionais.

Fogo amigo

Miguel comentou ainda os boatos de desistência, feito até por aliados da oposição ao atual governo, nos bastidores da campanha.

"Sempre esteve afirmado (que sairia candidato), a não ser pelos que têm tempo livre em excesso, que gostam de testar nossa paciência", bateu.

Mais cedo, o blog já havia informado que o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, também deve anunciar a candidatura ao governo do Estado depois do Carnaval.

Além dos dois, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, do PSDB, postula o cargo de governadora.

Miguel Coelho/Campanha
Evento no Agreste, com ex-tucanos de Santa Cruz do Capibaribe - Miguel Coelho/Campanha


Novos aliados, no Agreste de Raquel Lyra


Lideranças políticas de Santa Cruz do Capibaribe, a deputada estadual Alessandra Vieira e o ex-prefeito Edson Vieira, decidiram marchar nas eleições de 2022 ao lado do pré-candidato a governador Miguel Coelho.

O anúncio foi feito na sexta (19) da semana passada, no Pólo das Confecções, diante de apoiadores.

Ex-prefeito de Santa Cruz duas vezes, Edson será candidato a deputado federal pelo Podemos.

Já a deputada estadual Alessandra Vieira buscará a reeleição pelo União Brasil.

Na festa, o casal prometeu liderar uma ampla frente do Agreste em torno da mudança dos rumos de Pernambuco.

“Santa Cruz sabe da negação que é esse governo que está aí. Miguel, mesmo sendo oposição a essa turma, conseguiu transformar Petrolina no melhor lugar para se viver do Nordeste. Não tenho dúvida, vamos unir o Agreste para sairmos dessa situação e termos um Pernambuco melhor”, afirmou Edson Vieira.

“Esse time que aqui está, que junta tantas forças, é o time que vai mudar Pernambuco”, acrescentou Alessandra.

De acordo com os aliados de Miguel, o ato buscou mostrar a força do grupo dos Vieira e foi prestigiado por apoiadores e lideranças políticas de diversos municípios da região. Além dos deputados federais Fernando Filho e Ricardo Teobaldo, estiveram no encontro ex-prefeitos, vices e vereadores.

Miguel agradeceu a confiança de Edson e Alessandra num novo projeto para liderar o Polo das Confecções.

“Hoje, sem dúvidas, é um dia marcante na nossa pré-campanha. Estamos selando um pacto que representa a libertação do Agreste dessa perseguição aos empreendedores, aos trabalhadores, a quem quer apenas produzir. Não podemos ficar de braços cruzados diante do descaso que Pernambuco se encontra. Juntos com Alessandra e Edson vamos construir um projeto que pare de sufocar o povo com impostos e proporcione esperança de dias melhores aos pernambucanos”, prometeu o pré-candidato a governador.

Caravanas pelo estado

Na metade de fevereiro, Miguel Coelho voltou a realizar encontros regionais e articulações políticas para fortalecer a pré-candidatura. O ponto alto das agendas foi um ato de apoio, em Arcoverde, com o ex-prefeito Zeca Cavalcanti.

Ele visitou Glória do Goitá, Pombos, Tacaimbó, Sanharó e Pesqueira.

“Cada visita, reunião, debate, apoio são oportunidades de conhecer melhor todas as regiões de Pernambuco. Nossa caminhada tem se intensificado, novas lideranças tem aderido a esse projeto que é uma construção coletiva para encontrar uma solução para tirar Pernambuco dessa situação tão difícil”, diz.

 

Petrolina/Divulgação
Miguel Coelho apresenta geração de empregos em alta como cartão postal - Petrolina/Divulgação
 

Entre as 10 cidades que mais geraram emprego no Brasil em 2021

Nesta semana, Miguel fez muito barulho quando o jornal o Estado de São Paulo divulgou levantamento com os municípios de médio e grande porte que mais geraram emprego no Brasil. Petrolina é a única cidade pernambucana que aparece entre as chamadas “campeãs de empregos” do país.

O município sertanejo teve aumento de 10,7% no saldo de empregabilidade nacional. Com isso, Petrolina surge em 8° lugar no Brasil e 2° no Nordeste.

A pesquisa aponta o crescimento pelo percentual, não pelo número total de vagas. O levantamento também compara também apenas os municípios com mais de 200 mil moradores, Com 10,7% de crescimento de emprego, Petrolina surge à frente de todas as capitais do Brasil.

O município pernambucano só gerou menos emprego que: Osasco (SP), Novo Hamburgo (RS), Macaé (RJ), Barueri (SP), Vitória da Conquista (BA), São José (SC) e Cotia (SP).

De acordo com a gestão, o principal impulsionador de empregos em Petrolina é o agronegócio. Maior exportadora de manga e uva do Brasil, a cidade pernambucana, mesmo em meio à pandemia, conseguiu bater recorde de produção e exportação em 2021. O município também vive um boom de obras públicas, que movimentaram a construção civil nos últimos quatro anos.

“Petrolina se transformou num fenômeno de prosperidade. Estamos acumulando vários indicadores que reforçam isso, como o ranking de empreendedorismo e o de produção no agronegócio. Estar no top 10 de empregos no Brasil, além de ser orgulho, estimula a chegada de mais empresas e negócios, pois reforça que nossa cidade tem um excelente ambiente para investimentos”, justifica o prefeito Miguel Coelho sobre os dados.

Comentários

Últimas notícias