Guerra pelo paraiso

Paulo Câmara vai ao STF pessoalmente defender titularidade de Noronha

Sem alarde, gestor do Estado visitou o relator do processo no STF

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 04/04/2022 às 19:28 | Atualizado em 04/04/2022 às 20:49
DIVULGAÇÃO
Paulo Câmara (PSB) - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Nesta segunda-feira, o governador Paulo Câmara esteve no STF, para defender a permanência da titularidade dos domínios de Noronha com Pernambuco, no processo que o governo Federal move contra o Estado de Pernambuco, pelo controle dos imóveis da ilha. A disputa foi revelada há duas semanas, com exclusividade, pelo Blog de Jamildo.

"Na audiência com o ministro Ricardo Lewandovski, tivemos a oportunidade de expor nossos argumentos contra essa tentativa do Governo Bolsonaro de federalizar Fernando de Noronha. A constituição Cidadã de 1988 é clara em ressaltar que Fernando de Noronha é patrimônio dos pernambucanos e sempre vamos lutar por isso. Confiamos nas Instituições da República e que o Supremo Tribunal Federal dará a solução mais justa e adequada ao caso".

Em gravação para as redes sociais, o governador disse que, ao longo dos anos, Pernambuco já demonstrou que pode administrar a ilha com sustentabilidade. Nesta segunda-feira também foi ao ar um spot para TV comenta a polêmica, de forma bem humorada, associando o tema ao pernambuquês.

Além do governador, participaram do encontro em Brasília, o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, e o procurador-geral do Estado, Ernani Medicis.


Em dia 29 de março, a Procuradoria-Geral do Estado já havia enviado ao STF uma manifestação prévia em resposta à ação apresentada pelo governo federal. O documento, com oito páginas, serviu de base para a audiência desta segunda-feira.

Segundo o Estado, nos últimos anos, o governo local investiu mais de R$ 50 milhões no arquipélago, inclusive em iniciativas sustentáveis, como os programas Plástico Zero e Carbono Zero, instalação de usinas de energia solar, melhoria do acesso em onze estradas vicinais, sinalização e balizamento noturno do aeroporto e dos morros do entorno, entre outros.

 

Comentários

Últimas notícias