ELEIÇÕES 2022

Após atritos e desembarque do PSB, Clodoaldo Magalhães declara apoio a Danilo Cabral

Após atritos e pedido de expulsão, Clodoaldo Magalhães (PV) declarou apoio ao ex-colega de partido, Danilo Cabral (PSB), na corrida pelo Governo de Pernambuco

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 11/04/2022 às 8:11
ALEPE DIVULGAÇÃO
O deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB) - FOTO: ALEPE DIVULGAÇÃO
Leitura:

Chama-se "jogo de cintura" a flexibilidade para sair de situações adversas. Na dança das eleições deste ano, Clodoaldo Magalhães, agora presidente estadual do PV, e Danilo Cabral (PSB), pré-candidato ao Governo de Pernambuco pela Frente Popular, acertaram o passo e, em nome da aliança, parecem caminhar em consonância ao pleito.

Em entrevista à Rede Pernambuco de Rádios e ao Blog do Alberes Xavier, Clodoaldo Magalhães afirmou estar trabalhando para fortalecer a candidatura de Danilo Cabral nos locais por onde passa. O deputado estadual deixou o PSB após atritos com grupo de socialistas, do qual faz parte o pré-candidato ao Governo de Pernambuco.

"Estou trabalhando para fortalecer a candidatura de Danilo Cabral em todas as comunidades onde eu tenho passado. Isso é fundamental para a gente dar a vitória para a Frente Popular e também consolide da vitória de Lula aqui em Pernambuco", comentou Clodoaldo Magalhães.

DIVULGAÇÃO
EVENTO Danilo Cabral inaugura pré-campanha ao lado de João Campos, além de deputados e outras lideranças políticas do Estado - DIVULGAÇÃO

Ainda no PSB, Clodoaldo Magalhães entrou em rota de colisão com colegas por supostamente "invadir" as bases eleitorais dos aliados. Por isso, Danilo Cabral, junto com Felipe Carreras, Tadeu Alencar e Milton Coelho, pediram sua expulsão do partido.

Clodoaldo Magalhães é deputado estadual no quarto mandato e, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), ocupa o cargo de primeiro secretário. Após o pedido de expulsão do PSB, o parlamentar decidiu deixar o partido para assumir a presidência estadual do Partido Verde (PV), pelo qual vai tentar eleger-se deputado federal.

O parlamentar evitou falar sobre sua relação com Danilo Cabral, mas defendeu unidade no trabalho da Frete Popular, lembrando da aliança formal do PV com o PT e PCdoB em âmbito nacional.

"Em relação a Cabral: a gente está na Frente Popular. O nosso partido faz parte da federação com PT e PCdoB. Nós temos que fortalecer a campanha de Lula em Pernambuco para que a gente possa consolidar uma vitória acachapante do ex-presidente no Nordeste. Vitória essa que pode consolidar o triunfo dele até em primeiro turno. Isso é uma esperança que a gente tem. Para isso, um palanque forte em Pernambuco é fundamental", disse Clodoaldo Magalhães, em outro momento da entrevista.

No pedido de expulsão entregue ao presidente da sigla, Carlos Siqueira; ao prefeito do Recife, João Campos; e ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, aponta-se que as atitudes do deputado estadual "agridem a boa convivência no âmbito do partido, pelo modo traiçoeiro e desleal com que tem agido na captação de apoios com intuito de consolidar sua candidatura a deputado federal".

Comentários

Últimas notícias