habitação

Câmara do Recife volta a debater projeto habitacional do aeroclube nesta quarta

A audiência pública foi convocada pelo vereador Paulo Muniz e será realizada de forma híbrida. 

JAMILDO MELO
Cadastrado por
JAMILDO MELO
Publicado em 27/04/2022 às 8:29
Divulgação
Ativista pede solução de problemas para comunidade carente no projeto da PCR - FOTO: Divulgação
Leitura:

Nesta quarta-feira, 27, será realizada mais uma audiência pública na Câmara de Vereadores do Recife sobre o projeto do Aeroclube.

A pauta vai girar em torno dos habitacionais Aeromoça 1 e 2. Serão construídos 600 apartamentos.

O objetivo da audiência pública é ouvir as autoridades competentes, a população interessada e os especialistas por todas as benfeitorias. 


Um dos que estarão na mesa dos trabalhos é oex-diretor de Habitação do Recife e ativista Felipe Cury.

O gestor diz ser fundamental encontrar encaminhamentos concretos.

"Estamos acompanhando este projeto desde de sua concepção e apresentação ainda na primeira gestão de Geraldo Júlio. A iniciativa dos vereadores é boa porém, as questões mais relevantes ainda não foram respondidas. Por exemplo: Existem mais palafitas cadastradas e famílias no Auxílio Moradia do que apartamentos em construção? Como será implantado um projeto imobiliário privado num terreno público? Quais benefícios e contrapartidas isso vai gerar?"

"É necessário que fique claro quais critérios serão utilizados para contemplar as famílias e tornar pública a listagem dessas pessoas. A população tem que ser esclarecida e participar efetivamente do debate sobre o projeto de forma transparente. Estamos falando de um investimento total previsto de R$ 95,5 milhões. Qualquer projeto há ser implantado no antigo terreno do Aeroclube tem que ser para usufruto da população do Recife, em especial, dos moradores do Pina" disse Felipe Cury.

A audiência pública foi convocada pelo vereador Paulo Muniz e será realizada de forma híbrida.

Comentários

Últimas notícias