Porto azul e branco

União diz que ainda não houve definição em torno da autonomia de Suape

Com as certificações, o Porto de Suape busca o caminho investimentos que assegurem crescimento

JAMILDO MELO
Cadastrado por
JAMILDO MELO
Publicado em 05/05/2022 às 8:10 | Atualizado em 05/05/2022 às 8:15
CORTESIA
INFRAESTRUTURA Com um calado de 20 metros, Suape poderá receber navios de maior porte com mais segurança - FOTO: CORTESIA
Leitura:

Em nota enviada ao blog, o Ministério da Infraestrutura informa que o pleito para a retomada da autonomia do Porto de Suape por parte do Estado está em avaliação desde 2019 e ainda não foi definido.

"Há necessidade de verificação de atendimentos aos ditames normativos", comentou, sem maiores esclarecimentos em relação aos possíveis obstáculos.

Divulgação/SEI
Pernambuco mais próximo de retomar a autonomia do Porto de Suape - Divulgação/SEI

Nesta quarta-feira, o governador do Estado, Paulo Câmara, havia informado ao blog que recebeu em Brasília a garantia do Ministério da Infraestrutura de que o processo de retomada da autonomia do Porto de Suape será concluído nos próximos 60 dias. O governo Dilma retirou a autonomia da estatal, o governo Temer chegou a prometer a devolução da autonomia, mas acabou não concretizando a promessa.

Exclusivo: Gigante da mineração nacional vai assumir conclusão do ramal da Transnordestina para Suape

Conforme o estado, o novo convênio de delegação de competência e retorno da autonomia na gestão dos contratos está em fase final de confecção pelo ministério, e Suape deverá se tornar o terceiro porto do Brasil a receber essa credencial.

“Estamos avançando em pontos pelos quais lutamos há muitos anos. Tanto a viabilização da ferrovia, quanto a retomada da autonomia de Suape são ações importantes, que vão trazer mais desenvolvimento e empregos para o nosso Estado”, disse Paulo Câmara.

No encontro, o ministro Marcelo Sampaio informou ao Estado de Pernambuco que o Porto de Suape reúne as condições para retomada da autonomia, alterada a partir da Medida Provisória dos Portos, assinada em 2012, no governo Dilma.

Conforme o estado, Sampaio destacou a publicação, no Diário Oficial da União do último dia 28 de abril, da retirada da Ilha de Cocaia dos limites físicos do Porto Organizado de Suape.

"A medida vai possibilitar a instalação, no local, de um terminal de minério que viabilizará a conclusão da ferrovia ligando as jazidas do metal no Estado do Piauí e o ancoradouro pernambucano".

Na reunião no Ministério da Infraestrutura, o governador esteve acompanhado do presidente do Porto de Suape, Roberto Gusmão, do diretor de Planejamento do Porto, Francisco Martins, e do deputado federal Fernando Monteiro.

Comentários

Últimas notícias