PERNAMBUCO

André Longo cumpre promessa e coloca usuário como presidente do Conselho de Saúde

O Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES-PE) elegeu nessa quarta (4) o novo presidente e, também, o vice-presidente para o Biênio 2021-2023

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 05/05/2022 às 13:43
Aluisio Moreira/SEI
Secretário de Saúde, André Longo, participará da coletiva desta terça (15) - FOTO: Aluisio Moreira/SEI
Leitura:

O Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES-PE) elegeu nessa quarta (4) o novo presidente e, também, o vice-presidente para o Biênio 2021-2023. Trata-se de vitória para os segmentos 'usuário' e 'trabalhador' do Sistema Único de Saúde – SUS à frente da entidade.

O processo eleitoral se deu após a sanção da Lei 17.700 pelo governador Paulo Câmara, no dia 22 de abril de 2022, normativa que versa sobre mudanças na composição do órgão. Dessa forma, o secretário estadual de Saúde não mais ocupará a cadeira de presidente como representante nato ao cargo.

Foram eleitos como presidente do CES-PE o conselheiro Euclides Monteiro, representante do 'segmento usuário' pelo Instituto Brasileiro Pró Cidadania, e como vice-presidente a conselheira Rosa Maria de Lima Gomes, do 'segmento trabalhador' pelo Sindicato dos Odontologistas no Estado de Pernambuco.

Divulgação
Euclides Monteiro, representante do 'segmento usuário' pelo Instituto Brasileiro Pró Cidadania, foi eleito presidente do CES-PE. A vice-presidente eleita é a conselheira Rosa Maria de Lima Gomes, do 'segmento trabalhador' pelo Sindicato dos Odontologistas - Divulgação

"É um avanço nós usuários e trabalhadores do SUS estarmos na presidência deste órgão do Controle Social. Quero agradecer a todos os envolvidos e à postura do secretário de Saúde de Pernambuco André Longo que, ao assumir em 2019, prometeu que seria realizada eleição para presidência do Conselho ainda no seu mandato e cumpriu. Ganhamos todos nós, a sociedade civil organizada", pontuou Euclides Monteiro.

O processo eleitoral contou ainda com o deferimento da candidatura da chapa 2 composta pelos conselheiros Wilson Alencar e Adma Belarmino que obtiveram 3 votos contra os 23 obtidos pela chapa vencedora.

De acordo com a nova lei, “o presidente e o vice-presidente do CES-PE serão eleitos, entre os membros titulares, no plenário, na primeira Reunião Ordinária, observando a alternância entre os segmentos que o compõe, permitida uma única recondução". O órgão colegiado funciona com a participação da sociedade que tem como funções formular estratégias, controlar e fiscalizar a execução da política estadual de saúde.

Comentários

Últimas notícias