ECONOMIA

Bolsonaro pode ser primeiro presidente a deixar o salário mínimo valendo menos dede Plano Real

Cálculos da corretora Tullett Prebon Brasil, publicados pelo O Globo desta segunda (9), indicam que o poder de compra do salário mínimo deve encolher 1,7%

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 09/05/2022 às 10:53 | Atualizado em 09/05/2022 às 10:54
EVARISTO SA/AFP
Jair Bolsonaro, presidente da República - FOTO: EVARISTO SA/AFP
Leitura:

Cálculos da corretora Tullett Prebon Brasil, publicados pelo O Globo desta segunda (9), indicam que o poder de compra do salário mínimo deve encolher 1,7% em 2022. Isso deve tornar Jair Bolsonaro (PL) o primeiro presidente, desde o Plano Real, a deixar o salário mínimo valendo menos.

De acordo com o jornal, as previsões de inflação para este ano estão sendo reajustadas para cima há 16 semanas seguidas. Dessa forma, se descontando a inflação, o piso salarial cai de R$ 1.213,84 para R$ 1.193,37 dezembro de 2018 e dezembro de 2022.

O jornal aponta dois fatores como responsáveis pelo cenário de redução, sendo um deles os reajustes abaixo da inflação adotados desde 2020. Isso ocorre pelo ajuste fiscal. Outro fator é a própria aceleração da inflação.

Comentários

Últimas notícias