Formação de palanques

PT de Pernambuco marca evento para chancelar Teresa Leitão, no domingo. PSB mantém banho maria

Carlos Veras cogita que o presidente Lula possa vir a Pernambuco para anunciar a companheira Teresa Leitão como pré-candidata para Senadora

JAMILDO MELO
Cadastrado por
JAMILDO MELO
Publicado em 10/05/2022 às 13:47 | Atualizado em 10/05/2022 às 14:05
Instagram @deputadateresaleitao
Teresa Leitão (PT) com Paulo Câmara (PSB) e Carlos Siqueira (PSB) - FOTO: Instagram @deputadateresaleitao
Leitura:

No domingo, o PT de Pernambuco vai realizar o encontro estadual. Neste encontro, o partido define a chapa majoritária, federal e estadual.

De acordo com fontes do partido, o nome de Teresa Leitão deve ser chancelada pela legenda neste encontro. "Ai fica só o PSB confirmar", afirma um aliado.

Sem pressão... como se vê.

O imobilismo no PSB se explicaria, neste semana, por dois movimentos. O primeiro deles foi a doença de Danilo Cabral, que teve covid ano final de semana. O outro seria a conclusão da chapa da adversária, Marília Arraes.

Carlos Veras diz que retirou seu nome para a vaga ao Senado Federal a pedido de Lula

“Precisa do nosso mandato para ajudá-lo no Congresso Nacional”

O deputado federal Carlos Veras (PT-PE), prestigiou no último dia 2 de maio, a posse dos novos secretários estaduais de Cultura, Oscar Barreto, e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilázio Wanderley. As mudanças visaram principalmente a abertura de novos espaços do Partido dos Trabalhadores no Governo do Estado.

“É uma área na qual o PT tem um acúmulo, tem experiência e sabe fazer. Acredito que através dos secretários e de toda equipe que vai compor o Governo, o partido vai contribuir para que a gente possa ajudar o Governo do Estado no combate a fome”, disse, durante participação na Rede Pernambuco de Rádios.

Veras disse ainda que retirou o seu nome da vaga ao Senado Federal indicado pelo Partido dos Trabalhadores na chapa da Frente Popular para dar lugar ao nome da deputada Teresa Leitão.

O deputado disse que o movimento foi para atender a um pedido do pré-candidato Lula.

“Porque precisa do nosso mandato de deputado federal - sendo um mandato da classe trabalhadora, para ajudá-lo nesses primeiros quatro anos no Congresso Nacional”, pontuou.

“Esperamos que em breve [...], o governador Paulo Câmara, o presidente Lula possa [ir inclusive a Pernambuco para] anunciar a companheira Teresa Leitão como pré-candidata para Senadora e ajudar nessa composição da Frente Popular”, frisou.

Comentários

Últimas notícias