bloco da parceria

União de Marília Arraes e André de Paula reabre velhas feridas

Dá para juntar as trajetórias de Miguel Arraes e Marco Maciel em uma mesma chapa? Na sua jornada de heroína, Marília Arraes tenta o feito, não sem receber críticas

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 17/05/2022 às 12:10 | Atualizado em 17/05/2022 às 13:53
FACEBOOK - MARÍLIA ARRAES
OFICIALIZADO Marília Arraes (SD) e André de Paula (PSD) caminharão juntos na campanha eleitoral - FOTO: FACEBOOK - MARÍLIA ARRAES
Leitura:

Não foi apenas o ex-ministro Gilson Machado, do PL, que reclamou contra a união de Marília Arraes (ex-PT e ex-PSB) e o macielista histórico André de Paula, presidente estadual do PSD. A aliança foi consolidada em evento realizado nessa segunda-feira (16).

Para além das hostes conservadoras, a tentativa de amalgamar os destinos de Arraes e Maciel, pós-mortem, também foi criticada. Leia-se abaixo, como exemplo simbólico, o depoimento coletado pelo blog de Jamildo a partir de uma fala de uma raposa felpuda da esquerda no Recife.

"Meu Deus, o que a política não faz com as pessoas? O maior inimigo político de Dr. Arraes aqui em Pernambuco era Marco Maciel, com quem ele nunca se aliou.

Como vice-presidente de Fernando Henrique Cardoso (FHC), Marco Maciel boicotou e massacrou o terceiro governo de Dr. Arraes. Vide a questão da venda da Celpe.

Dr. Arraes morreu sem perdoá-lo. Embora nunca tenha dito um insulto qualquer contra Maciel.

A venda da Celpe não faria Dr. Arraes ganhar de Jarbas Vasconcelos em 1998. Mas não deixaria o governo dele terminar daquele jeito (trágico), com o pagamento do funcionalismo atrasado em duas ou três folhas de pessoal.

... e depois de passar oito anos no Governo de Paulo Câmara, ele (André de Paula) agora fala mal do prato que comeu por todo esse tempo?", descreve ao blog.

Jair pereira, ex-secretário de Imprensa de Eduardo Campos 

"O ex-governador Miguel Arraes nunca teve inimigos políticos. Jamais. Teve, sim, adversários no campo das ideias, entre eles, o ex-senador Marco Maciel. Mas poderia citar também Ulysses Guimarães, Tancredo Neves, Roberto Freire, Jarbas Vasconcelos, dentre outros. É um insulto à memória de Arraes, de Eduardo Campos atacar o deputado federal André de Paula com essas versões covardes e mentirosas. Pena que eles não estão mais aqui pra se defender pessoalmente. Mas quem conviveu com ambos, como eu, durante décadas, garanto o contrário..."

O ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, cotado para vice na chapa de Marília, saiu em defesa do casamento inusitado. "Em Política nem sempre juntar resulta em soma algébrica"

"Acho que essa união de Marília e André é um boa. André traz equilíbrio para o projeto de Marília. Desde que cada um mantenha sua identidade. Marília só precisa ter cuidado para não tentar transformar o bom em ótimo e terminar ruim"

"Ora, pode ser a evolução necessária na política, afinal, a ferida velha entre Maciel e Arraes é um cascãozinho, se comparada à gangrena de hoje na política brasileira", defende um aliado de Marília.

"Acho que essa união de Marília e André é um boa. André traz equilíbrio para o projeto de Marília. Desde que cada um mantenha sua identidade. Marília só precisa ter cuidado para não tentar transformar o bom em ótimo e terminar ruim"

"Acho que essa união de Marília e André é um boa. André traz equilíbrio para o projeto de Marília. Desde que cada um mantenha sua identidade. Marília só precisa ter cuidado para não tentar transformar o bom em ótimo e terminar ruim"

Comentários

Últimas notícias