PERNAMBUCO

Criticado pela oposição, Paulo Câmara faz repasse milionário à Saúde; saiba valor e destino do recurso

Em meio às críticas recentes da oposição, relacionadas à situação da Saúde em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) destinou repasse milionário para a área

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 25/05/2022 às 11:42
HEUDES REGIS/SEI
Governador Paulo Câmara fez pronunciamento após enviar reforço policial a Porto de Galinhas - FOTO: HEUDES REGIS/SEI
Leitura:

Em meio às críticas recentes da oposição, relacionadas à situação da Saúde em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) destinou nesta semana um repasse de R$ 52 milhões ao Fundo Estadual de Saúde - FES-PE.

O crédito suplementar, aberto através de decreto assinado nessa terça-feira (24) e publicado no Diário Oficial nesta quarta (25), prevê a seguinte distribuição dos recursos:

  • R$ 5.589.448,00 para ampliação da cobertura estadual de assistência pré-hospitalar móvel - SAMU
  • R$ 3.275.233,00 para garantia da oferta de procedimentos de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar - transferência a consórcios, hospitais de ensino, municípios e União
  • R$ 13.806.366,00 para qualificação da atenção primária
  • R$ 29.874.837,00 para aquisição de medicamentos e insumos farmacêuticos

Além do registro de mortes de bebês, relacionada à alta na fila por Unidades de Tratamento Intensivo, recentemente o teto do Hospital da Restauração voltou a apresentar problemas.

Recentemente, Raquel Lyra (PSDB), pré-candidata ao Governo de Pernambuco, cobrou do governador Paulo Câmara ações para "salvar o Hospital da Restauração. A tucana também se posicionou sobre o caso dos bebês.

"São reflexos de uma questão crônica, fruto da total ineficiência deste governo que não prioriza a saúde infantil. Faltam gestão da rede, estrutura adequada e condições de trabalho para médicos e profissionais de saúde, o que dificulta a interiorização da assistência especializada em pediatria em todo o estado, reduzindo o acesso ao atendimento e superlotando as unidades do Recife", disse Raquel.

Ela completa: "O que se vê nas UTIs pediátricas pode ser estendido para outras áreas da saúde. Pernambuco não cuida ou protege sua gente como é dever do estado. Essa situação não é tolerável, mas, sim, revoltante".

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Problemas estruturais são vistos, inclusive, na parte externa do Hospital da Restauração (HR) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Em tempo, também nesta semana, Laura Gomes (PSB) saiu em defesa do governador: "A candidata Raquel Lyra pode canalizar sua 'apreensão' com o Hospital da Restauração para as mães caruaruenses enganadas por ela, na sua despedida da gestão da cidade".

A ex-deputada estadual afirma que a ex-prefeita de Caruaru inaugurou às pressas a Maternidade Municipal Santa Dulce dos Pobres, com promessa de atendimento para 1.700 gestantes por mês. Segundo a socialista, 54 após a inauguração, a maternidade não fez nenhum parto.

Comentários

Últimas notícias