BASTIDORES

Crise na aliança PT-PSB pode chegar a Pernambuco? Aliados dizem que não

Rusgas na aliança PT-PSB vieram à tona em alguns estados, onde os interesses dos partidos entraram em conflito. Em Pernambuco, aliados garantem solidez da união

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 02/06/2022 às 14:00
DIVULGAÇÃO
LULA Reunião terminou com essa foto. - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Rusgas na aliança PT-PSB vieram à tona em alguns estados, onde os interesses dos partidos entraram em conflito. Em Pernambuco, as legendas se uniram e lançaram a candidatura de Danilo Cabral ao Governo de Teresa Leitão ao Senado.

Aliados ouvidos sob reserva pela coluna, tanto do lado do PT quanto do PSB, garantem que os desentendimentos por causa das pré-candidaturas no sul do Brasil não respingam na aliança firmada em Pernambuco.

"Acho que não interfere, o PT em Pernambuco está integrado na campanha. Não tenho visto espaço pra essas rusgas", disse uma liderança do PSB no estado, ouvida sob reserva pela coluna. Um cacique petista, por sua vez, diz que a conversa de Danilo com Lula em São Paulo foi proveitosa e uma visita mais longa do ex-presidente a Pernambuco não está descartada.

Nos bastidores, após o encontro de Danilo Cabral com Lula em São Paulo, levantaram-se rumores de que o relacionamento PT-PSB poderia não estar na sua melhor forma. "Não sei se a conversa foi boa, mas a foto foi horrível", brinca uma liderança petista de Pernambuco.

 LIDERANÇA DO PSB NA CÂMARA/ DIVULGAÇÃO
PROPOSTA Deputado federal também questionou aumento da tarifa - LIDERANÇA DO PSB NA CÂMARA/ DIVULGAÇÃO

Deu-se conta de que a visita de Lula a Pernambuco, que duraria três dias, poderia durar apenas um e acontecer num contexto de giro pelo Nordeste. Socialistas apostavam que a passagem pelo estado colaria de vez a imagem do ex-presidente a Danilo Cabral.

PSB no Rio Grande do Sul pode ter abandonado Lula

Nessa quarta-feira (1), realizou-se no Rio Grande do Sul um ato político de apoio ao ex-presidente Lula. O evento não contou com presença de lideranças do PSB: nem o presidente estadual partido, Mario Bruck, e o pré-candidato do PSB ao Governo do Rio Grande do Sul, Beto Albuquerque, compareceram.

No estado, o PT indicou o nome de Edegar Pretto para concorrer ao Governo. Lula chegou a reclamar da ausência das lideranças do PSB e Beto Albuquerque foi às redes sociais soltar indiretas sobre as falas do ex-presidente.

"A maior hipocrisia política em eleição é um partido não te apoiar, falar mal de ti e do teu partido mas se achar merecedor implacável do teu apoio", disse Albuquerque, que chegou a ter seu nome apresentado no cerimonial do evento.

Enquanto isso, enxerga-se uma tendência do PSB-RS para declarar apoio a Ciro Gomes (PDT) na disputa presidencial. Isso é visto, pelas bases petistas no estado, como uma "traição" dos socialistas.

Em Santa Catarina, Lula cancelou uma visita ao estado por causa de um impasse com o PSB. Lá, petistas lançaram a pré-candidatura de Décio Lima, mas socialistas querem o senador Dário Berger concorrendo ao Governo.

Comentários

Últimas notícias