POLÍTICA

Petista interrompe evento de Lula por não ter sido "convidado"; saiba mais

Apoiador de Lula entra no evento e faz declaração

Lorena Lins
Cadastrado por
Lorena Lins
Publicado em 21/06/2022 às 17:08 | Atualizado em 21/06/2022 às 18:56
RICARDO STUCKERT
Ex-presidente Lula (PT) - FOTO: RICARDO STUCKERT
Leitura:

Nesta terça feira(21), o vereador Eduardo Suplicy (PT) parou o evento do partido que faz parte por "não ter sido convidado" para o lançamento das diretrizes do plano de governo de Lula.

O motivo que levou o ex-senador a invadir o palco e interrompeu a fala de Aloizio Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo, foi para cobrar a colocação da proposta da renda cidadã no documento.

"(Desejo) entregar ao Aloizio Mercadante a proposta que não foi considerada por hora, entre os itens principais, a instituição da renda básica de cidadania, aprovada por todos os partidos e sancionada pelo presidente Lula, que faz parte do programa do PT há vários anos. Ele tem alguma coisa comigo, não me convidou para esta reunião. Não fui convidado, mas hoje eu estou aqui. E continuarei trabalhando muito para que Lula e Alckmin instituam a renda básica de cidadania enquanto eu estiver vivo", comentou Suplicy.

Os envolvidos do evento riram do vereador. Em seguida, Mercadante, o intermediário do evento, agradeceu sua proposta e disse que futuramente iria conversar acerca do assunto.

O projeto foi proposto por Eduardo Suplicy e legalizado em 2004, aprovado por Lula no primeiro mandato. Embora aprovado, o programa não foi implementado.

Comentários

Últimas notícias