POLÍCIA FEDERAL

Escute o áudio vazado do ex-ministro de Bolsonaro, preso pela PF, sobre pastores no MEC

Ex-ministro de Bolsonaro foi preso nesta quarta-feira (22) pela Polícia Federal

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 22/06/2022 às 9:55 | Atualizado em 22/06/2022 às 10:02
CLAUBER CLEBER CAETANO/PR
JUSTIÇA Envio à PGR é um procedimento de praxe, uma vez que o MPF é considerado o 'titular da ação penal' - FOTO: CLAUBER CLEBER CAETANO/PR
Leitura:

Ex-ministro de Jair Bolsonaro (PL), Milton Ribeiro teve um áudio vazado em março último, no qual diz atender a pedido do presidente para priorizar amigos de pastor no Ministério da Educação. O ex-chefe da pasta foi preso preventivamente nesta quarta-feira (22), pela Polícia Federal.

De acordo com a Folha de São Paulo, além de Milton Ribeiro, os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura são alvos de mandados de prisão. O ex-ministro teria sido preso em Santos, no litoral paulista, e deve ser levado para Brasília.

A Polícia Federal investiga Milton Ribeiro por suposto favorecimento aos pastores, que atuariam de maneira informal na liberação de recursos do ministério. "Porque a minha prioridade é atender primeiro os municípios que mais precisam e, segundo, atender a todos os que são amigos do pastor Gilmar", disse Ribeiro no áudio.

A investigação se deflagrou após o Estadão revelar um 'gabinete paralelo' no Ministério da Educação para repassar verbas a municípios indicados pelos religiosos. Além disso, prefeitos denunciaram pedidos de propina em ouro para liberação de verba pelo MEC.

Comentários

Últimas notícias