ELEIÇÕES 2022

Destacada como espírito 'empreendedor', Alessandra Vieira é oficializada como vice de Miguel Coelho

Nome de Alessandra Vieira foi escolhido por Miguel Coelho para representar 'espírito empreendedor' do Agreste

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 30/06/2022 às 15:03 | Atualizado em 30/06/2022 às 16:13
Jonas Santos/Divulgação
Miguel Coelho e Alessandra Vieira. O ex-prefeito de Petrolina lidera a chapa do União Brasil na disputa pelo Governo de Pernambuco. Ela foi anunciada como vice - FOTO: Jonas Santos/Divulgação
Leitura:

A chapa de Miguel Coelho (UB) na disputa pelo Governo de Pernambuco será 'puro sangue': nesta quinta (30), ele oficializou Alessandra Vieira (UB), deputada estadual, como sua vice. Resta saber, agora, quem ocupará a vaga ao Senado, fechando a chapa majoritária liderada pelo ex-prefeito de Petrolina.

"Miguel representa a mudança e a esperança que o estado quer e precisa. Juntos, teremos a oportunidade de expandir para todo o estado a administração exitosa e exemplar que foi empregada por Miguel em Petrolina nos últimos anos, levando a cidade ao patamar de cidade com melhor qualidade de vida do Nordeste. Estou pronta para mais esse desafio", disse Alessandra.

O anúncio aconteceu em ato realizado na Zona Norte do Recife, reunindo diversas lideranças do União brasil e partidos aliados, do litoral ao Sertão, como Mendonça Filho (UB), Fernando Bezerra Coelho (MDB), Simão Durando (UB) e Ricardo Teobaldo (Podemos).

Augusto Tenório
Miguel Coelho (UB) e Alessandra Vieira (UB) - Augusto Tenório

Oficialmente, tentava-se manter um clima de surpresa, com direito a uma publicação no Instagram na qual uma 'sombra' aparecia ao lado de Miguel Coelho. Mas o nome de Alessandra Vieira já havia sido confirmado por aliados, sob reserva, à coluna.

Um membro da equipe, sob reserva, fez troça sobre a publicação: comentou que, ao ser questionado por correligionários se a 'sombra' era mesmo Alessandra Vieira, chegou a enviar uma foto de Raquel Lyra (PSDB), que poderia se encaixar. A ex-prefeita de Caruaru já manteve conversas com Miguel Coelho, mas nenhum abriu mão da cabeça de chapa para unir forças.

Alessandra Vieira tem história política em Santa Cruz do Capibaribe, uma das cidades mais importantes do Agreste pernambucano. Dessa forma, a deputada estadual possui capilaridade na região, oferecendo a Miguel Coelho um corredor para crescimento para além do Sertão.

União Brasil vende Alessandra Vieira como representante do 'empreendedorismo'

Durante sete anos, Alessandra foi secretária de Cidadania de Santa Cruz do Capibaribe, cidade que já foi gerida pelo seu marido, Edson Vieira (UB). Ela eleita deputada estadual em sua primeira disputa eleitoral, em 2018, com 45.115 votos. Seu capital político vem, em parte, do Polo de Confecções do Agreste, segundo maior do Brasil, que movimenta cerca de um bilhão de reais por ano.

O evento tratou de colocar Alessandra Vieira como representante desses negócios que, a despeito das dificuldades do Agreste, conseguiram ter sucesso nas últimas décadas. Ou seja: a sua candidatura a vice, de viés liberal, tenta representar a classe empreendedora descontente com o atual panorama pernambucano.

Alessandra também ficará responsável pela articulação do segmento feminino, em movimentos sociais e em projetos para pessoas com deficiência ao longo dos próximos meses na chapa do União Brasil. Também no evento, confirmou-se o apoio do Patriotas à chapa de Miguel Coelho. 

“Uma mulher sensível, que tem uma trajetória de superação, que deixou para trás tantas adversidades, sem dúvidas, saberá como tirar nosso estado dessa situação de miséria, desalento e falta de expectativa. Alessandra é destemida, tem um coração gigante e acumula uma grande experiência atuando para ajudar quem mais precisa. Não haveria nome melhor para inspirar e fazer conosco a transformação que os pernambucanos exigem”, destacou Miguel sobre a aliada.

Um ponto que os aliados destacaram durante todo o evento foi a origem de Alessandra Vieira. Falou-se sobre a perda do pai, quando a ela tinha apenas nove meses de vida, e as dificuldades enfrentadas pela família. A mãe passou a sustentar a casa e os cinco filhos a partir da costura.

E o Senado? Miguel Coelho quer nome da RMR, mas despista sobre Mendonça Filho

Com a definição de Alessandra Vieira como vice de Miguel Coelho (UB), resta agora ao ex-prefeito de Petrolina defender quem ocupará a vaga para disputar o Senado. Neste ano, apenas uma vaga está disponível para a Câmara Alta.

Nos bastidores do União Brasil, como mostrou a coluna, o nome de Mendonça Filho ganhou tração após a pesquisa Real Time Big Data colocá-lo no segundo lugar na disputa pelo Senado. O ex-ministro, porém, disse estar focado em se candidatar à Câmara dos Deputados.

Augusto Tenório
Miguel Coelho (UB) e Alessandra Vieira (UB) - Augusto Tenório

"A ideia, desde o começo, passa por uma eleição proporcional neste ano, para deputado federal", disse Mendonça. Questionado se o União Brasil poderia 'convocá-lo' a concorrer ao Senado pela boa pontuação, ele desconversou.

"Não posso ficar raciocinando sobre hipóteses. O conjunto de partidos que Miguel tem liderado poderá, certamente, oferecer opções tão qualificadas ou mais. Prefiro focar na estratégia definida hoje", disse o ex-ministro da Educação

À coluna, Miguel Coelho fez elogios a Mendonça, mas disse respeitar sua vontade de concorrer à Câmara dos Deputados. Confirmou, porém, que o pré-candidato ao Senado será um nome da Região Metropolitana do Recife, onde precisa crescer.

Comentários

Últimas notícias