POLÍTICA

Bolsonaro diz '"Se não sou eu, esse Brasil já estava no buraco; saiba motivo

De acordo com Bolsonaro, com o passar do tempo, os brasileiros irão saber que a possível solução dos problemas não vem "na demagogia" e nem "no grito"

Lorena Lins
Cadastrado por
Lorena Lins
Publicado em 07/07/2022 às 17:54
EVARISTO SA / AFP
Jair Bolsonaro - FOTO: EVARISTO SA / AFP
Leitura:

Segundo o portal Metrópoles, o presidente Jair Bolsonaro (PL) falou com seus apoiadores, enquanto saia pela manhã do Palácio da Alvorada, sobre a situação econômica do país que, segundo ele, vai bem, além de falar sobre as medidas que seu governo tomou em meio à corrida pela conquista do Planalto.

Os combustíveis estão caindo bastante. Ninguém me culpa agora, né? Cai combustível, cai inflação também. Não temos desabastecimento, não temos problemas internos, não temos terrorismo aqui, não tem mais o MST. Nós botamos o MST lá embaixo sem usar a violência, titulando terras para eles”, comentou o presidente em um vídeo publicado no YouTube por um seguidor.

De acordo com Bolsonaro, com o passar do tempo, os brasileiros irão saber que a possível solução dos problemas não vem “na demagogia” e nem “no grito”.

“Não é prometendo o paraíso para todo mundo, como a esquerda sempre promete, que a gente pode sonhar com um Brasil melhor. O Brasil não é mais do futuro, é do presente. Se não sou eu, esse Brasil já estava no buraco”, concluiu Bolsonaro.

Além disso, o presidente comentou sobre o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), a respeito de combustíveis, energia elétrica, gás natural, transporte público e redes de comunicação. Fechou seu discurso discutindo acerca da PEC dos Auxílios, que prevê medidas de ampliação dos benefícios recebidos pelos brasileiros.

Comentários

Últimas notícias