eleições 2022

Fernando Filho rebate criticas de aliados de Raquel Lyra a Miguel Coelho

Pelas redes sociais, Álvaro Porto distribuiu cartoons com figuras de tio patinhas, associando à família Coelho

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 01/08/2022 às 9:31 | Atualizado em 01/08/2022 às 10:18
Antonio Coelho, Fernando Filho, Fernando Bezerra Coelho e Miguel Coelho. Foto: Ivaldo Regis/Divulgação
Antonio Coelho, Fernando Filho, Fernando Bezerra Coelho e Miguel Coelho. Foto: Ivaldo Regis/Divulgação
Leitura:

Conforme informou o blog, Paulo Câmara, governador do Estado, mais parecia candidato a reeleição, pelo número de vezes que foi citado na convenção de Raquel Lyra. Além dele, sobraram críticas para os adversários Marília Arraes, Anderson Ferreira e Miguel Coelho.

O deputado estadual Álvaro Porto (PSDB) funcionou como metralhadora giratória e não economizou nas críticas aos concorrentes de Raquel Lyra (PSDB) no discurso.

Embora sem citar nome, o aliado de Raquel apontou que o candidato Miguel Coelho (União Brasil), "quer ganhar a eleição com dinheiro", supostamente "comprando todo mundo".

“Mas ele não vai comprar vocês, pernambucanos”, frisou.

“Hoje fazemos uma convenção com chapa completa, sem briga, sem picuinha. Mas todo mundo tá vendo o balaio de gato que tá a chapa milionária de Pernambuco (a chapa encabeçada por Miguel enfrentava dificuldades para definir o candidato a senador).

“Eles já estão começando errado e vão perder a eleição”, arrematou.

Resposta de Fernando Filho em defesa de Miguel Coelho

Durante a convenção do União Brasil, Fernando Filho criticou o clima de “já ganhou” de candidatos ao governo do estado e a nacionalização do debate eleitoral em Pernambuco.

“Tem gente achando que vai ganhar a eleição de véspera”, disse.

“Miguel não precisa de presidente da República nenhum. Ele precisa do povo de Pernambuco do seu lado.”

Para Fernando Filho, a gestão de Miguel Coewlho à frente da Prefeitura de Petrolina o colocará no segundo turno das eleições.

“A gente não precisa falar de ninguém. A gente não precisa agredir os nossos adversários, a gente vai falar do que a gente fez e do que vai fazer para poder mudar a vida da nossa gente. Hoje é o pontapé inicial e nós vamos firmes, trabalhando muito, até o dia 2 de outubro, porque Miguel estará no segundo turno”, afirmou.

A candidatura à reeleição do deputado Fernando Filho foi oficializada em convenção do União Brasil neste domingo (31), no Recife.

Com a trajetória política iniciada no Sertão, o deputado ganhou destaque pela articulação de recursos e investimentos para os municípios do estado e expandiu suas bases eleitorais. Hoje, o deputado sai para a disputa pelo quinto mandato com um dos mais votados também no Agreste pernambucano.

Convenção de Raquel Lyra com bordoadas nos adversários

A convenção homologou, neste sábado (30.07), no Clube Português do Recife, as candidaturas da tucana ao governo do estado, de Priscila Krause (Cidadania) à vice e de Guilherme Coelho ao Senado.

Porto afirmou que não existe hoje no Estado candidatura firme e forte como a da tucana. Em seguida, “desfiou o rosário” nos ataques.

“O candidato do governo, Danilo Cabral (PSB) esconde o governador dele, o pior governador da história de Pernambuco, que é Paulo Câmara”, iniciou.

Referindo-se à candidatura de Marília Arraes (Solidariedade) avaliou que se trata de uma aventura na qual Pernambuco não entrar.

“É uma candidata que vive brigando com Danilo pra ver quem é dono de Lula”, frisou.

“De vocês olharem a chapa da candidata Marília, quem está do lado dela? Sebastião Oliveira (vice, do Avante) e André de Paula (senador, PSD), que são a cara do PSB. Há dois meses, eles estavam junto com Paulo Câmara, no governo de Pernambuco”.

“Um outro candidato, (também briga) para mostrar que é dono de Bolsonaro”, completou, fazendo alusão a Anderson Ferreira (PL).

Comentários

Últimas notícias