Eleições para presidente 2022

Lula sofre problemas com alianças políticas no Nordeste, entenda

Um dos maiores problemas nos conflitos enfrentados por Lula está vinculado à sua aliança com o PSB.

Cynara Maíra
Cadastrado por
Cynara Maíra
Publicado em 03/08/2022 às 7:55
RICARDO STUCKERT
Lula, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, e Geraldo Alckmin na convenção dos socialistas - FOTO: RICARDO STUCKERT
Leitura:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sofre problemas com as diversas alianças políticas que possui em sua candidatura.

Uma das maiores dificuldades nos conflitos enfrentados por Lula está vinculado à sua aliança com o PSB. Fiel aliado do Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais, o Partido Socialista Brasileiro está do lado oposto do PT em três eleições para governos estaduais do Nordeste.

O problema com essas candidaturas em específico são as alianças do partido de Lula com o MDB, na Paraíba e em Alagoas, ou a indicação de um candidato próprio, como ocorre no Ceará. Os motivos para separação entre PSB e PT nesses casos é motivada por conflitos regionais

Além dessas questões, a disputa entre Marília Arraes (Solidariedade) e Danilo Cabral (PSB) pelo eleitorado de Lula gera sérios conflitos na aliança entre o PT e o PSB. Diversos políticos do Partido dos Trabalhadores saíram da legenda para apoiar a candidatura de Marília, a candidata saiu do PT para conseguir disputar pelo Governo do Estado e lidera as pesquisas para o Governo do Estado.

VEJA MAIS >> Marília Arraes faz revelações a aliados sobre brigas com PT e PSB

O rompimento do PT com os irmãos Gomes (PDT) no Ceará também pode facilitar a vitória de uma sigla mais à direita. A candidatura do deputado Capitão Wagner (União Brasil) está sendo favorecida com a quebra da aliança. O PSB também se desvincula da sigla de Lula no Estado, o partido de Paulo Câmara e Geraldo Alckmin permanece aliado de Cid e Ciro Gomes no Ceará e apoiará candidato do PDT

Comentários

Últimas notícias