contas estaduais

Anderson critica empréstimo: 'Paulo e Danilo querem quebrar o Estado e inviabilizar próximo governo'

Oposição tenta impedir que o governo do Estado tome dinheiro emprestado internacionalmente

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 05/08/2022 às 15:51 | Atualizado em 05/08/2022 às 16:03
DIVULGAÇÃO
Chapa completa é confirma com o pré-candidato ao Senado, Gilson Machado Neto, o pré-candidato a governador, o ex-prefeito Anderson Ferreira, e a pré-candidata a vice, Izabel Urquiza - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O candidato do Partido Liberal (PL) ao Governo de Pernambuco, Anderson Ferreira, criticou, nesta sexta-feira (5), a movimentação do governo do Estado para pedir um empréstimo internacional, conforme revelou o blog de Jamildo, mais cedo.

"Diante da falta de transparência por parte da atual gestão do governo estadual, seria uma temeridade permitir que o Estado peça dinheiro emprestado a menos de cinco meses do término do mandato do governador Paulo Câmara (PSB)".

Anderson disse que a decisão do governador precisa ser discutida inclusive entre os candidatos ao Palácio do Campo das Princesas, “que vão ter de pagar essa conta amanhã”.

Na prática, entretanto, a sugestão encurtaria o mandato do atual governador.

“Já há muita conta a ser paga pela irresponsabilidade de Paulo Câmara, Danilo Cabral e o PSB. E não apenas no âmbito financeiro: isso passa, também, pelo desemprego, pela violência, pela falta de competitividade, ou seja, pelo sucateamento do estado”, disse Anderson.

O liberal avisou que se o tema avançar, irá judicializá-lo.

“Paulo Câmara não tem mais moral para fazer absolutamente nada no estado sem que compartilhe as informações da forma correta, o que não tem sido feito até agora”, acrescentou Anderson, ao pontuar que, há mais de 60 dias, aguarda uma resposta do governador quanto ao destino dos recursos do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (Feef).

Comentários

Últimas notícias