RECUPERAÇÃO JUDICIAL

AMERICANAS: Santander entra na briga e pede cancelamento da recuperação judicial da varejista

Credor das Americanas, banco entrou na Justiça para garantir o recebimento dos valores

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 24/01/2023 às 11:55
Notícia
X

O banco Santander solicitou à Justiça que anule o processo de recuperação judicial das Americanas. O pedido foi feito junto ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O objetivo da ação é impedir que a varejista fique blindada de realizar o pagamento de dívidas ao banco, que é seu credor. Procurado pelo Valor Econômico, o Santander disse que não comenta caso sob júdice.

Ontem, o banco Safra também questionou a aprovação da recuperação judicial, alegando que está correndo um "exorbitante risco de dano irreparável".

Donos das Americanas

Segundo Lauro Jardim, de O Globo, a banco também ingressou com medida cautelar na Justiça de São Paulo requerendo produção antecipada de provas com vistas a uma ação indenizatória contra a companhia e seus acionistas.

No documento, o Santander pediu acesso a documentos internos e solicitou a convocação imediata de executivos importantes atrelados ao processo de RJ, incluindo Beto Sicupira, um dos acionistas da empresa.

Dois filhos de Jorge Paulo Lemann e dois executivos da varejista nas últimas décadas também estão arrolados na ação.

O banco quer acesso a "todas as correspondências, incluindo e-mails, cartas e/ou mensagens de WhatsApp, Telegram ou qualquer rede social, que os seus executivos e demais empregados da companhia tenham recebido ou trocado com os acionistas controladores nos últimos dez anos, a respeito das chamadas operações de risco sacado e quaisquer outras relacionadas às 'inconsistências contábeis'".

AMERICANAS RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Os credores mostraram, inicialmente, abertura para renegociar as dívidas das Americanas, mas, diante da percepção de que houve fraude, os bancos estariam deixando a gentileza de lado para garantir seu financeiro.

Tags

Autor