salário

BOLSONARO vai perder SALÁRIO? TCU atualiza processo que pede FIM DE PAGAMENTO A BOLSONARO

Bolsonaro vai ficar sem salário? Veja atualização do TCU sobre processo que questiona uso do fundo partidário para pagar um político inelegível. Também confira quanto Bolsonaro ganha do PL

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 27/07/2023 às 12:11
Notícia
X

Após o Ministério Público solicitar junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) a investigação sobre a legalidade do salário do Partido Liberal (PL) dado ao ex-presidente Jair Bolsonaro, o TCU trouxe uma atualização sobre o caso. 

Investigação sobre SALÁRIO DE BOLSONARO cabe ao TSE, diz TCU

A atualização do TCU sobre o processo iniciado pelo procurador Lucas Furtado indicou que é decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definir se Bolsonaro pode ou não receber um salário por parte do PL.

O entendimento do Tribunal de Contas é de que o tema sobre o salário de Bolsonaro tem maior vínculo com o dinheiro do fundo eleitoral e, portanto, deve ser resolvida pelo TSE, que fiscaliza todo o processo da Justiça Eleitoral.

Com a remuneração de Bolsonaro na faixa de R$ 41 mil, segundo o indicado pelo partido em março desse ano, o procurador Lucas Furtado abriu uma investigação sobre o salário do ex-presidente

O argumento do procurador do MP foi considerar "violação direta e mortal do princípio da moralidade administrativa" utilizar recursos públicos do fundo eleitoral para pagar salário a um político inelegível. 

A partir dessa lógica, caberá ao TSE definir se Bolsonaro pode receber salário por parte do PL, mesmo sendo um político considerado inelegível.

A decisão de tornar o ex-presidente inelegível foi da própria Justiça Eleitoral, que considerou Bolsonaro culpado de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, após uma reunião com embaixadores estrangeiros, no qual Jair Bolsonaro atacou, sem provas, o sistema eleitoral brasileiro. 

BOLSONARO xinga LULA e fala QUAL O SEU OBJETIVO!

Tags

Autor