hacker

Após conta de Janja do X ser hackeada, perfil é bloqueado e PF investiga ataque

Perfil de Janja foi hackeado na noite desta segunda (11), após diversas publicações ofensivas contra a primeira-dama, o presidente Lula e mulheres no geral, a PF pediu o bloqueio da conta de Rosângela no X, antigo Twitter

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 12/12/2023 às 9:08
Notícia
X

Na noite desta segunda-feira (11), o perfil do X da primeira-dama, Rosângela Silva, a Janja, foi hackeado. Após os hackers publicarem diversas ofensas machistas contra a petista, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) acionou a Polícia Federal e as representações do antigo Twitter para averiguar a situação. 

Depois da denúncia das autoridades brasileiras, o perfil de Janja se encontra bloqueado no X, enquanto a PF investiga a situação. 

Secom aciona ex-Twitter e PF sobre ataque hacker contra perfil de Janja

Em nota, a Secom afirmou que "repudia veementemente" os ataques sofridos por Janja Lula da Silva e apontou que tanto a rede social quanto a PF foram acionadas sobre o caso. 

Sobre as falas apresentadas pelos hackers no perfil de Janja, a Secretaria afirmou que "não serão tolerados crimes, discursos misóginos, o ódio e a intolerância nas redes sociais". 

A PF também se pronunciou sobre o caso ao relatar que as investigações preliminares sobre o caso já foram iniciados e que, após solicitação da Polícia, a conta da primeira-dama fora bloqueada pelo X. O inquérito policial e mais investigações serão responsabilidade da Diretoria de Crimes Cibernéticos. 

Uma solicitação de congelamento da conta do X de Janja também foi enviada pela Advocacia Geral da União, a AGU solicitou que o perfil continue inacessível até que todas as investigações sejam finalizadas. O órgão também pediu que todos os registros sobre o perfil fossem mantidos, para facilitar a descoberta de "informações relevantes, a fim de subsidiar futuras ações judiciais". 

O documento da Advocacia-Geral afirma que os hackers utilizaram o perfil da primeira-dama para cometer crimes contra a honra do Presidente da República. 

Durante os textos publicados pelos hackers, houveram diversas falas de cunho sexual e ofensivo contra mulheres, além de chamar Lula de "vagabundo" e se passar como Janja citando que ela traía o presidente com o jogador de futebol Neymar. O nome de Bolsonaro também foi citado, chamando-o de "mito" e declarando que ama o ex-presidente. 

 

Sobre a situação, diversos políticos repudiaram o ataque ao perfil de Janja. Além de lideranças, a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, também se pronunciou sobre o assunto: 

 APROVAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DE JANJA CAI EM NOVA PESQUISA; CONFIRA

Tags

Autor