combate à fome

João Campos sanciona lei que cria Rede de Segurança Alimentar e Nutricional, com foco no combate à fome

João Campos sanciona lei aprovada na Câmara Municipal do Recife que cria a Rede de Segurança Alimentar e Nutricional do Município do Recife. Nova rede tem o objetivo de facilitar a administração de ações de combate à fome na cidade

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 19/12/2023 às 8:33
Notícia
X

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), sancionou nesta segunda-feira (18), a lei municipal aprovada na Câmara de Vereadores da cidade que garante a criação de uma Rede de Segurança Alimentar e Nutricional para o município.

O foco está em garantir um melhor gerenciamento dos programas de combate à fome e facilitar parcerias entre o setor público e o privado na atuação pela segurança alimentar na cidade. 

Rede de Segurança Alimentar e Nutricional do Recife irá gerenciar ações de combate à fome 

Segundo as informações publicadas no Diário Oficial do Recife nesta terça-feira (19), o prefeito João Campos sancionou na segunda-feira uma lei municipal que cria a Rede de Segurança Alimentar e Nutricional do Município do Recife para integrar o Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, setor dentro da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Política sobre Drogas (SDSDHJPD). 

O foco da criação de uma rede para o assunto é unificar o gerenciamento de programas específicos para a promoção da segurança alimentar e nutricional da população em situação de vulnerabilidade social.

O plano é de que integrem a Rede os Programas Restaurante Popular, Cozinha Comunitária e Cozinha Escola, além do Banco de Alimentos e todos os sistemas de promoção à alimentação da rede socioassistencial da Prefeitura do Recife

Segundo o texto aprovado na Câmara Municipal do Recife, o papel dessa rede dentro desses espaços e do Sistema Municipal já estabelecido será: 

  • Gerenciar as operações do Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (organizar como serão executados os planos desenvolvidos na parte logística)
  • Fazer a ligação entre os órgãos de atuação da Prefeitura com instituições privadas que possam auxiliar a rede pública para atingir objetivos previstos na legislação sobre a pauta da alimentação da população vulnerável
  • Executar os sistemas de Segurança Alimentar e Nutricional que não estejam centralizados em alguma área

JOÃO CAMPOS ANUNCIA QUE ABRIU MÃO DE RECURSOS DO ICMS EM PROL DE MUNÍCIPIOS MENORES DE PE

Tags

Autor