fake news

É falso que RBS TV evitou ler manchete sobre rombo no governo Lula; entenda o ocorrido

Jornalista da RBS TV não interrompeu leitura de manchete sobre rombo no governo Lula para proteger o presidente; entenda desinformação e saiba o que realmente ocorreu

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 01/02/2024 às 7:03 | Atualizado em 02/02/2024 às 8:08
Notícia
X

Uma situação nesta quarta-feira (31) durante o programa Bom dia Rio Grande, da RBS TV, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, gerou polêmica nas redes sociais.

Após o apresentador Josmar Leite parar a leitura de um jornal enquanto lia uma manchete em que estava escrito: "Governo Lula fecha primeiro ano com rombo de R$ 230,5 bilhões", internautas passaram a afirmar que a interrupção foi proposital, para evitar mostrar uma matéria negativa para gestão do presidente Lula (PT). 

Com a polêmica, a RBS TV se pronunciou e explicou o ocorrido para evitar o compartilhamento de informações falsas. Na realidade, a interrupção da leitura de manchetes ocorrera porque a capa apresentada era a do dia anterior. A data de 30 de janeiro também é vista no vídeo que gerou a polêmica. 

RBS TV NÃO EVITOU LER MANCHETE CONTRA O GOVERNO LULA; CAPA ERA DO DIA ANTERIOR

Durante a parte do Bom Dia Rio Grande em que o apresentador lê as principais manchetes dos jornais, o jornalista da RBS TV interrompeu a leitura de uma manchete sobre um rombo no governo Lula, ao relatar que a equipe iria "retificar as capas e trazê-las certinhas". 

No bloco seguinte do programa, as capas foram atualizadas e lidas, mas perfis nas redes sociais começaram a afirmar que o jornalista teria evitado de propósito não apresentar uma matéria negativa contra o governo Lula. Como a RBS TV é afiliada da TV Globo, foi utilizado o argumento de que a empresa de comunicação protegia o presidente. 

O vereador de São Paulo Rubinho Nunes (União Brasil) afirmou que essa era a "Escola Daniela Lima de jornalismo comprometido com a verdade", ao fazer referência à jornalista da GloboNews que errou em uma apuração e apontou que um computador da Abin estaria com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). 

  • Quer ficar informado sobre política, eleições e tudo que envolve o jogo do poder? Clique aqui para se inscrever no nosso canal do WhatsApp.

Após a polêmica, a RBS publicou uma nota para "combater a desinformação". Assim como pode ser visto ao procurar a manchete em questão no jornal "Zero Hora", o canal de televisão explicou que problema que fez o jornalista interromper a leitura foi que a capa era a da terça-feira (30), não do dia em questão. O vereador apagou a postagem após a nota do RBS, mas o assunto já tinha sido popularizado. 

A RBS TV explica que a questão do material atualizado foi relatado pelo apresentador com a volta do bloco e o momento do engano com manchetes antigas também está disponível para conferência no Globoplay. Veja o momento em questão: 

Tags

Autor