Repercussões

Após vídeo de Bolsonaro, João Amoêdo aproveita para defender voto em Lula no 2º turno

João Amoêdo utiliza caso de vídeo e operação revelados contra Bolsonaro para defender voto de 2022 em Lula ao declarar que endosso "era a única forma de evitarmos um golpe"

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 09/02/2024 às 10:51
Notícia
X

Desfiliado do partido Novo após apoiar o presidente Lula (PT) no segundo turno das eleições presidenciais de 2022, João Amôedo falou sobre a divulgação do vídeo no qual o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) planeja ataque ao sistema eleitoral e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-presidente e um dos fundadores do partido Novo utilizou o caso para defender seu voto e endosso da candidatura de Lula, do qual sempre foi crítico.

DEPOIS DE VÍDEO DE BOLSONARO, JOÃO AMOÊDO DEFENDE VOTO EM LULA COMO "ÚNICA FORMA DE EVITAR UM GOLPE"

Em uma rede social, o empresário e ex-presidente do Novo, João Amoêdo, declarou que a operação desta quinta-feira (08) contra Jair Bolsonaro e seus aliados evidenciou a importância de que pessoas que discordam do PT tenham apoiado a candidatura de Lula em 2022.

João Amoêdo afirma que a eleição de Lula "era a única forma de evitarmos um golpe que aconteceria com grande chance de sucesso em 2026". O entendimento do empresário é de que, com uma reeleição de Bolsonaro, o ex-presidente conseguiria interferir nas organizações federais protetoras do Estado Democrático de Direito e aumentaria a força política para se manter no poder.

Ao citar indiretamente do caso da Abin paralela, Amoêdo afirma que uma reeleição de Bolsonaro faria com que houve uma distorção marcada "pela desinformação e a espionagem de adversários políticos" que "chegaria a níveis ainda piores'.

Mesmo com esse posicionamento de que é necessário punir envolvidos no que aponta como tentativa de golpe, o empresário afirma que é preciso "aprender com tudo que aconteceu, mas virar a página e iniciar a construção − sem populismo, sem revanchismo".  

Amoêdo foi muito criticado pelo partido Novo, que massivamente ficou do lado de Jair Bolsonaro na disputa, e acabou suspenso na sigla até que se desfiliasse da legenda.

Confira o texto completo do político sobre a situação vinculada com Bolsonaro: 

BOLSONARO É ALVO EM OPERAÇÃO DA PF

Tags

Autor