desapropriação

'Desapropriação não foi total, reservando área para continuidade da atuação do Colégio', diz Americano Batista

Governo do Estado pagou mais R$ 58 milhões pelo imóvel e terreno do Colégio Americano Batista em 28 de dezembro de 2023, quitando totalmente o valor estimado pelo Governo do terreno e do prédio, de R$ 80 milhões no total.

Imagem do autor
Cadastrado por

Via Blog de Jamildo

Publicado em 09/02/2024 às 16:35
Notícia
X

Nesta terça-feira, em um informe exclusivo, o Blog de Jamildo informou que a governadora Raquel Lyra pagou mais R$ 58 milhões por Colégio Americano Batista e quitou imóvel. Depois disto, a oposição na Alepe repercutiu a iniciativa.

"... ficamos sabendo pela imprensa que, depois de ter alardeado a desapropriação do Colégio , que iria fechar as portas, após a Justiça ter colocado o terreno onde funciona em leilão para pagamento de dívidas trabalhistas e outras de várias naturezas, agora a Congregação Batista da Capunga iniciou a recuperação do prédio antigo da instituição, que tem frente para a Agamenon Magalhães. A pergunta é inevitável: o que então foi efetivamente desapropriado? Os prédios construídos no terreno estão fora da desapropriação? Ou seja, dúvidas que a população pernambucana precisa de respostas", questionou Waldemar Borges.

Nesta sexta-feira, Alberto Freitas, Diretor Geral do Colégio Americano Batista (CAB), em resposta a questionamentos feitos pelo deputado estadual Waldemar Borges, em carta ao blog, prestou uma série de informações, a guisa de esclarecimentos. Veja abaixo os principais pontos.

  • O trabalho do Colégio nunca foi interrompido ao longo de todos esses anos;
  • A desapropriação não foi total, reservando uma área para a continuidade da atuação do Colégio;
  • As aulas deste ano letivo foram iniciadas normalmente, para a plena satisfação do corpo docente, pais e alunos, bem como para a comunidade pernambucana, que tem apreciação pelo colégio;
  • Os recursos recebidos pela desapropriação garantem o pagamento de todos os compromissos financeiros pendentes do colégio e o investimento necessário no próprio Colégio;
  • O edifício para onde será transferido o funcionamento do Colégio está em reforma, prevista para ser concluída no prazo de dois meses, e terá uma estrutura totalmente modificada, preparada para o mais elevado nível de ensino, contando com uma equipe experiente e atualizada nos processos pedagógicos;

"... o Colégio Americano Batista - CAB tem mais de 117 anos de serviços prestados ao povo do Recife e região metropolitana, por onde passaram nomes de destaque no nosso estado e no Brasil, como Gilberto Freyre e Ariano Suassuna, além de tantos mais que são agradecidos pela formação recebida no CAB".

Tags

Autor