DOCUMENTO

NOVO RG: onde tirar? Quais as vantagens? O que muda? Confira tudo sobre a nova Carteira Nacional de Identidade

Desde janeiro de 2024, todos os estados estão autorizados a emitir a nova Carteira de Identidade

Imagem do autor
Cadastrado por

Suzyanne Freitas

Publicado em 15/02/2024 às 11:32 | Atualizado em 15/02/2024 às 11:41
Notícia
X

Desde janeiro de 2024, todos os estados estão autorizados a emitir a nova Carteira de Identidade, uma versão que combina tanto formato digital quanto impresso, semelhante à Carteira Nacional de Habilitação. A primeira via impressa é gratuita, o que facilita o acesso dos cidadãos a esse documento essencial.

Esta nova identidade representa uma centralização de vários documentos em um único, oferecendo maior praticidade e conveniência para o cidadão.

A versão digital pode incorporar outros documentos, como a Carteira de Motorista, Número de Identificação Social (NIS), Cartão Nacional de Saúde, Título Militar e Carteira de Trabalho. Para isso, basta apresentar esses documentos durante o processo de emissão.

VANTAGENS DO NOVO RG

A Carteira de Identidade Nacional (CIN) representa um avanço em termos de segurança e praticidade. De acordo com o Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, esse novo modelo é padronizado em todo o território nacional, emitido de forma uniforme por todos os entes federativos, garantindo elementos robustos de segurança e confiabilidade.

Além disso, por ser um documento digital, oferece um acesso mais fácil aos serviços, reduzindo a burocracia e proporcionando maior agilidade ao cidadão.

No futuro próximo, a expectativa é que todos os dados estejam disponíveis em tempo real. Isso significa que ao marcar uma consulta no SUS, por exemplo, ou ao solicitar benefícios como o Bolsa Família ou registros no INSS, as informações de identificação serão prontamente acessíveis, independentemente do atendimento ser virtual ou presencial.

O QUE MUDA?

A emissão da Carteira de Identidade Nacional segue as diretrizes estabelecidas pela Lei nº 14.534/2023, sancionada pelo presidente Lula.

Esta lei determina que o CPF seja o número único e suficiente para identificação do cidadão em todos os bancos de dados de serviços públicos.

Anteriormente, cada cidadão podia possuir até 27 RGs diferentes, um para cada unidade da federação. Com a introdução da nova identidade, os brasileiros passam a utilizar apenas o CPF como número identificador.

ONDE TIRAR A NOVA IDENTIDADE?

Para obter a nova identidade, os cidadãos devem procurar a Secretaria de Segurança Pública do estado onde desejam ser atendidos.

DOCUMENTOS

Para adquirir a nova identidade, o solicitante precisará fornecer a certidão de nascimento ou casamento, podendo apresentá-la tanto em formato físico quanto digital.

A identidade será emitida em papel de segurança ou em cartão de policarbonato, além de possuir uma versão digital disponível.

Este novo modelo oferece maior segurança e flexibilidade aos cidadãos, proporcionando opções de escolha de acordo com suas preferências e necessidades.

Tags

Autor