Insegurança pública

EXCLUSIVO: organizada do Fortaleza estava trazendo explosivos para Pernambuco. VEJA FOTOS

Ao se defender em nota oficial, PM revelou a informação com exclusividade para o Blog

Imagem do autor
Cadastrado por

Jamildo Melo

Publicado em 23/02/2024 às 15:42
Notícia
X

Após a repercussão nacional das informações exclusivas do blog, sobre os artefatos explosivos que a torcida organizada do Sport tentou introduzir na Arena pela entrada "Q", a Polícia Militar de Pernambuco enviou ao blog uma nota oficial, para negar que esteja provado que os explosivos da entrada "Q" foram os mesmos usados pela mesma torcida organizada horas depois, no ônibus.

No entanto, um torcedor do Sport publicou um vídeo em rede social, mostrando membros de torcida uniformizada planejando um ataque antes da partida. Durante trânsito a caminho da Arena, os torcedores circulavam a pé entre os carros a fim de supostamente realizar atentado contra o ônibus da equipe cearense. No vídeo, dá para ouvir claramente os membros da uniformizada gritando "É agora! A hora é essa!" e "Cadê as bombas, p***?".

Na nota, a PM revelou em primeira mão ao blog que a torcida organzida do Fortaleza também estava trazendo artefatos explosivos para o jogo em Pernambuco. A nota oficial informa que cinco foram detidos em Goiana, a caminho da Arena.

"Antes mesmo do início do jogo, no monitoramento padrão das partidas, a Polícia Militar abordou um ônibus, em Goiana, que trazia torcedores do Fortaleza e nele foi encontrado com integrantes da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF) artefatos explosivos, facas, além de cocaína e maconha. Os objetos foram apreendidos e cinco pessoas detidas", informou a PM, em nota exclusiva ao blog.

BUSCA E APREENSÃO NA ORGANIZADA DO FORTALEZA

O blog agora obteve, em primeira mão, toda a documentação sobre a apreensão dos artefatos explosivos e detenção dos torcedores cearenses. Os documentos foram obtidos com uma fonte sob reserva de sigilo jornalístico na Secretaria de Defesa Social.

"A PM está divulgando isso em nota oficial para tentar diminuir sua responsabilidade por não ter apreendido os artefatos antes do jogo, na entrada da Arena, com a mesma organizada da emboscada de horas depois", afirmam uma fonte do blog, apresentando documentos oficiais.

Segundo os autos da investigação, foi apreendido com a organizada do Fortaleza um "produto explosivo" artesanal. A PM, na busca realizada, não conseguiu determinar quem trazia o explosivo para a Arena. A investigação ficou a cargo da Polícia Civil.

reprodução
Segundo a PM, foram encontradas "dez petecas" de cocaína - reprodução

Também foram encontrados facas, cocaína e maconha com a organizada do Fortaleza.

A PM deteve cinco suspeitos e os encaminhou para a delegacia de Goiana. Na Polícia Civil, segundo os autos, eles tiveram o flagrante registrado como termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e foram liberados em seguida para responder posteriormente na Justiça ou receber proposta de acordo do Ministério Público.

O blog teve acesso ao nome completo e ficha policial dos cinco detidos, mas não irá divulgar para não prejudicar as investigações.

Três dos detidos estão na casa dos 20 anos de idade apenas. Um deles nasceu em 1992 e o mais velho deles nasceu em 1979.

Um detalhe é que a PM teve que usar um cão policial farejador para localizar a quantidade de cocaína apreendida. Segundo a PM, foram encontradas "dez petecas" de cocaína.

Reprodução
Relação dos torcedores do time do Fortaleza presos no dia do jogo contra Sport - Reprodução

DEFESA DO SPORT NO STJD PODE SER FAVORECIDA PELA APREENSÃO

A divulgação pela PM de Pernambuco de que a organizada do Fortaleza, através de uma investigação policial documentada, também estava trazendo artefatos explosivos para Pernambuco, nos bastidores, está sendo considerada fundamental para a defesa do Sport Clube do Recife na defesa que terá que fazer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Fontes no futebol informam, sob reserva, que será argumentado que o problema das organizadas não é exclusivo do time recifense, tanto que "a organizada da vítima [o Fortaleza] também estava portando explosivos no dia do mesmo jogo".

O procurador geral do STJD já ingressou com medida cautelar contra o Sport. A decisão que pode banir a torcida do Sport de jogos pode sair a qualquer momento.

Tags

Autor