JC NEGÓCIOS - Festa se chegar a 3%

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 01/11/2011 às 8:00
Leitura:
As instituições financeiras consultadas pelo BC sobre as projeções para o crescimento da economia brasileira em 2011 e 2012 continuam a reduzir suas expectativas. Ontem elas disseram que este ano o Brasil cresce 3,29% e 3,50% no ano que vem. Faz um mês que o índice embica e já tem gente achando que se em 2011 chegarmos a 3% é motivo de festa.O nó do crescimento do Brasil está lá fora. Teremos que nos costurar com as nossas linhas e nos contentarmos com uma taxa de juros da Selic de 11%. Mas o probema de não crescermos mais não é o mercado interno. É o péssimo clima do mundo. Ou como diria um especialista em assuntos aleatórios: a situação na Europa está tão ruim que até quem não paga não está comprando.E o mercado aguenta? Até certo ponto sim. Natal no Brasil tem um signficado de consumo muito mais forte que noutros países. Tem a ver com renovação de itens do lar, substituição de eletrodomésticos e eletrônicos e este ano com o advento da 'necessidade' de substituição por aparelhos que incorporam novas tecnologias. Vai do aparelho de TV de LED ao telefone celular, do colchão de molas ao conjunto de forros para a cama. Fiado, é claro. Mas e dai? O que importa é o tamanho da prestação.Cresce a importação de hortaliçasbOs produtores rurais de hortaliças devem se preparar para, no futuro, perder mercado especialmente no Sudeste e Centro-Oeste para importados. Aqui, a concorrência deve atingir os produtores de cenoura de Brejo da Madre Deus, os de cebola do Vale do São Francisco, podendo chegar aos de pimentão, em Chã de Alegra. Nos demais Estados existe o caso de castanha de cajú, no Ceará, e da folhas de fumo de Alagoas, que perderiam mercado noutros Estados que passariam a ser atendidos por hortaliças importadasAuto-suficienteEntre 2008 e 2001, segundo a presidente da Federação da Agricultura de Minas Gerais, Roberto Simões, o Brasil autorizou a importação de 21 itens em que é auto-suficiente entre eles café e mandioca.Alho da ChinaSimões diz que isso é um perigo. Em 1991, o Brasil autorizou a importação de alho da China e o mercado, que era atendido por 90% de produtores nacionais, passou a ter 63% de alho chinês.EmpretecosO especialista em Inteligência em Vendas Paulo Araújo abre o 1º Encontro de Empretecos de Santa Cruz do Capibaribe, nesta quinta-feira, para 150 empresários que estarão na Fadire para ouvi-lo.Antevisão de 2014Os hotéis de Recife e Porto que programaram fazer a atualização de suas instalações vão colocar no hall de suas entradas as perspectivas de como ficarão por ocasião da Copa de 2014.Boa Vista é fábrica de brinquedosO Shopping Boa Vista inaugura hoje sua decoração de Natal desenvolvida pela empresa Cipolatti Brasil e vai virar uma grande fábrica de brinquedos.Hanna Barbera no PlazaQuinta-feira, o Shopping Plaza abre sua decoração de Natal com tema baseado no mundo de Hanna Barbera, de forte apelo familiar e atração entre crianças e adultos.Fazenda põe a ...Está no site da Secretaria da Fazenda de Pernambuco, link de consulta à Classificação Nacional de Atividade Econômica (Cnae) que permite sabe se na atividade desenvolvida incide ICMS.... Cnae na webA Cnae é uma tabela do IBGE que padroniza os códigos de identificação das unidades produtivas do país, integrando os sistemas, da área tributária, dos poderes federal, estadual e municipal.Endividamento do consumidorCartão amplia dívida do inadimplentePesquisa da CDL Recife, em setembro, atribui ao desemprego o principal motivo (34%) do não pagamento das dívidas. A pesquisa diz que a causa está no cartão de crédito (26%), no cartão de loja (19%) e no carnê de loja (11%).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias