Cheques sem fundos crescem 9,34% em Pernambuco em 2011

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 19/01/2012 às 20:40
Leitura:
Pesquisa da TeleCheque aponta aumento de 8,56% da inadimplência com relação a 2010. São Paulo, 19 de janeiro de 2012 - A inadimplência dos pernambucanos cresceu 8,56% em 2011 em relação ao ano anterior, de acordo com a última pesquisa realizada pela TeleCheque, empresa especializada em análise de crédito para pagamentos com cheques.Em 2010, a mesma pesquisa havia registrado 3,62% de inadimplência e, em 2011, esse percentual subiu para 3,93%. No comparativo mensal, houve uma queda da inadimplência que era de 3,57%, em dezembro de 2010, para 3,44%, em dezembro passado.Apesar desse aumento de inadimplência em Pernambuco em 2011, o resultado do comparativo mensal está dentro de nossas perspectivas positivas para 2012.A perspectiva de crescimento de massa salarial da população estará contribuindo para o crescimento do consumo, destaca José Antônio Praxedes Neto, presidente da TeleCheque, que completa: Porém, a população pernambucana precisa se conscientizar de que é preciso planejar os gastos extras afim de manter suas contas em dia.A pesquisa também apontou que os campeões da inadimplência no Estado foram os homens. A população masculina apontou 4,51% de inadimplência em 2011 ante 4,09% referente ao público feminino.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias