Expoideia mostra Sistema de Monitoramento da Qualidade do Ar

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 07/05/2012 às 20:30
Leitura:
Monitorar a Qualidade do Ar para identificar e entender detalhes dos poluentes na área selecionada, oferecendo informações que permitam subsidiar iniciativas que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida nos grandes centros.Esse é o objetivo da Cetrel empresa de engenharia ambiental que recentemente inaugurou uma planta para produção de Bioenergia em Vitória de Santo Antão -, ao trazer para a Expoidea sua tecnologia inovadora para monitoramento da qualidade do ar. O projeto será apresentado durante a Expoidea 2.0, que acontecerá de 8 a 13 de maio, no Paço Alfândega.Na ocasião a Cetrel montará uma estação de monitoramento de ar, que ficará posicionada no estacionamento Paço Alfândega, repassando à população, em tempo real, a classificação da qualidade do ar. A unidade de monitoramento coletará dados sobre temperatura, umidade, radiação solar, poluentes atmosféricos e concentração de elementos químicos como Monóxido de Carbono (CO), Ozônio (O3), Óxidos Nitrogenados (NOx), Particulas Inaláveis (PI) e Dióxido de Enxofre (SO2), entre outros.Além disso, haverá um stand informativo para explicar aos visitantes da feira sobre como funciona essa tecnologia.O monitoramento do ar é um dos pré-requisitos para as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. E isso deve ser uma preocupação para o Recife, cidade sede do mundial, uma vez que a cada mês oito novos mil carros chegam às ruas contribuindo para o aumento da poluição atmosférica.O monitoramento do ar também permite identificar e entender detalhes dos poluentes na área selecionada, gerando subsídios para o aprimoramento contínuo da estrutura de proteção ambiental da região, explica o químico Eduardo Fontoura, gerente de monitoramento da Cetrel.Com larga experiência, a Cetrel realiza há 18 anos o monitoramento da qualidade do ar do Polo Industrial de Camaçari, além de ser responsável pela implantação e operação da rede de monitoramento do ar de Salvador.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias