Fazenda apreende R$ 750 mil em mercadorias sem impostos

Publicado em 07/05/2012 às 21:15
Leitura:
Das mil diligências programadas na Operação Dia das Mães, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) já realizou 400, resultando na interdição de 15 estabelecimentos comerciais por realizar venda sem nota, na apreensão de 85 POS (Point Of Sale) - maquinetas que emitem o comprovante direto sem a emissão do comprovante fiscal - e, ainda, na interdição de quatro depósitos por armazenar mercadorias desacompanhadas de notas fiscais. A ação, que conta com o apoio da Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária (Deccot) e da Polícia Militar, acontece até o próximo sábado (12) quando serão percorridos os principais corredores comerciais do centro e dos bairros de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Entre as interdições, destacam-se as realizadas nos depósitos localizados no bairro de São José por estarem lotados de produtos de origem chinesa. “Esses galpões abasteciam o comércio das lojas do centro com produtos sem nota fiscal. Todas as mercadorias, que somam R$ 750 mil, foram apreendidas”, explica o diretor da Diretoria Geral de Fiscalização Especial e Controle de Mercadorias (DFM), Anderson Alencar. Hoje, a operação prossegue nos shoppings e nos centros comerciais dos bairros de Afogados, Olinda, Boa Viagem, Piedade, Parnamirim, Graças, Espinheiro, Rosarinho, entre outros. A ação vai realizar o total de mil diligências, com a proposta de verificar e regularizar divergências entre os valores declarados espontaneamente pelos contribuintes e aqueles obtidos pelo Fisco por meio do Programa Malha Fina que realiza o cruzamento de dados com as administradoras de cartão de crédito. De acordo com levantamento da Gerência do Segmento de Varejo, existe uma omissão de faturamento de cartões de crédito de aproximadamente R$ 136 milhões. Outro foco da operação são as transações com cartão de crédito/débito que devem ser realizadas com a emissão do comprovante através do ECF, sendo proibidas as com o POS (Point Of Sale), maquinetas que emitem o comprovante direto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias