IBEF apoia reequilíbrio das dívidas dos estados e municípios da União

Publicado em 10/04/2013 às 19:45
Leitura:
O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF), em representação às suas onze seccionais em dez estados da federação, apoia as iniciativas dos estados e municípios brasileiros, visando o reequilíbrio financeiro de suas dívidas com a União. As mudanças nos fundamentos macroeconômicos nos últimos 15 anos, desde que foram firmados os acordos de renegociação das dívidas da União com Estados e Municípios, permitiram a convergência para taxas de juros reais estruturalmente menores e, como decorrência, dos custos de financiamentos. Simultaneamente, a desinflação ocorrida desde 1995 estabeleceu novo patamar, substancialmente menor e mais previsível, de evolução nos preços da economia. Tomando-se ambos os elementos – redução estrutural das taxas de juros e da inflação – há fundamentos para que a União promova, conjuntamente com os estados, o reequilíbrio das dívidas renegociadas no final dos anos 90.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias