Professor do Cabo tem reajuste de 13,01%

Publicado em 10/04/2015 às 23:00
Leitura:
Os professores efetivos da Rede Municipal de Ensino do Cabo de Santo Agostinho receberam reajuste salarial de 13,01% referente ao Piso Nacional do Magistério dos Professores da Educação Básica, estipulado pelo Ministério da Educação. Além do reajuste, os docentes contaram, no mês de março, com retroativo aos meses de janeiro e fevereiro de forma integral. A correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2014, em relação ao valor de 2013. Com esse reajuste, o vencimento inicial dos profissionais do magistério público da educação básica, com formação de nível médio, modalidade normal, com jornada de 40 horas semanais, é de R$ 1.917,78. Já o professor do Ensino Fundamental Anos Finais, com Licenciatura Plena, recebe, inicialmente, R$ 2.122,32. O Cabo é um dos poucos de Pernambuco que concedem o piso de forma integral. O reajuste faz parte da política de valorização dos profissionais do magistério e consta no Plano Municipal de Educação do Cabo. Para o secretário Municipal de Educação, Adelson Moura, valorizar os professores é de extrema importância, visto que são os profissionais responsáveis por formarem cidadãos críticos, reflexivos e que respeitam as diferenças. “Desde que iniciou a gestão, o prefeito Vado vem honrando o compromisso com o corpo docente municipal, ouvindo sempre as reivindicações da categoria”, destacou o secretário. Adelson Moura ainda ressaltou que a Secretaria Municipal de Educação realiza outras ações que visam a incentivar a docência como formação continuada semanal, participação em congressos e eventos acadêmicos locais e nacionais, aquisição de notebooks, pagamento de bônus em feiras de livros, entre outras.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias